Dicas para um bom negócio em casa


Qualquer um que tenha um bom negócio em casa vai lhe confirmar isso: tudo é conquistado com muito suor e trabalho, mas quando você vê o resultado final, você sempre sabe que tudo valeu a pena. Entretanto, não basta somente querer e trabalhar muito para que tudo dê certo, é necessário que se saiba como gerir seu negócio na direção certa, afinal de contas, não ajuda nada remar muito na direção contrária à que se quer ir, não é mesmo?

Sendo assim, vamos agora citar aqui algumas dicas para que transforme o seu negócio em casa em um super negócio de sucesso.

Em primeiro lugar, tenha uma projeção das despesas operacionais, capital investido e ponto de equilíbrio. Esta é uma maneira para que você possa determinar se o seu negócio está realmente a ganhar dinheiro. Você deve ter vários deadlines espalhados ao longo da linha de tempo com objetivos financeiros estabelecidos, seja mensalmente, a cada seis meses ou mesmo anualmente, assim poderá saber se o seu negócio está progredindo como você esperava.

Saiba exatamente quanto de investimento é necessário para que seu negócio seja iniciado – aqui, considere sempre o capital em formalização da empresa, infra-estrutura e capital de giro. Se for possível economize tanto dinheiro quanto você puder antes de iniciar seu negócio em casa. Há sempre custos inesperados com que você terá que lidar, e é melhor pagar estes com dinheiro disponível, em vez de um cartão de crédito ou buscar um empréstimo. E nem pense em apelar a todo momento para o crédito dos bancos. Além de endividar-se de forma desnecessária, corre o risco de ter crédito negado num momento em que realmente necessite.

Saiba separar corretamente as suas contas bancárias pessoais das contas da empresa, bem como suas despesas pessoais das despesas do negócio, a fim de não criar problemas ao “misturar” o seu dinheiro com o dinheiro da empresa. Mantenha sempre toda a contabilidade da empresa em dia e, se possível, conte sempre com a ajuda e aconselhamento de um contador de sua confiança.

Se você quer ganhar muito dinheiro com um negócio em casa, é importante, ocasionalmente, experimentar e arriscar. Experiências com novas ideias é uma maneira de atrair novas pessoas para o seu negócio e pode eventualmente levar a lucros muito maiores. Se você sempre manter a mesma rotina, você nunca vai saber se algo mais poderia ser feito de uma forma melhor.

Se você está apenas começando, é uma boa ideia oferecer algo de graça para seus clientes. Muitas pessoas não querem investir seu dinheiro em algo que não é de seu conhecimento ainda, assim oferecendo-lhes produtos e serviços grátis lhes dará uma ideia do que você está vendendo e eles conhecerão a qualidade de seu produto e/ou serviço.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Sucesso em um negócio em casa

Você poderia ter muito mais sucesso com seu negócio em casa do que você está tendo atualmente. Usando-se do conhecimento certo sobre como guiar o seu negócio, você poderia criar novas estratégias que vão guiá-lo. É claro que não são somente cinco ou seis dicas que irão passar-lhe todo o conhecimento necessário para que possa alcançar tão alto objetivo, mas estas podem ser dicas complementares que irão ajudá-lo em sua jornada.

Antes de mais nada, vale lembrar que nenhuma dica funcionará se você não puser em prática. Ou seja, se você somente ler, mas não fizer nada a respeito, a situação em seu negócio continuará a mesma.

Se você está lidando com um negócio fora da Internet (ou mesmo em para negócios online) é sempre bom ter cartões de visita e pequenos panfletos sobre o seu negócio e o website de seu negócio. Lembre-se que estratégias de marketing são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio (como você acha que a marca Coca-Cola cresceu tanto?) e mesmo estratégias mais antigas como esta funcionam hoje (e na verdade, sempre funcionarão).

Lembre-se de incluir em seu cartão informações suficientes, como um e-mail somente para assuntos de seu negócio, endereço de seu website (você precisa ter um!) bem como de seus usuários nas principais redes sociais. Ao adicionar todas essas formas de contato você estará fazendo um convite mais aberto e diversificado para que seus potenciais clientes entrem em contato com você, além de permitir-lhes seguir suas atualizações nas redes sociais. E não se esqueça de ter essas informações em seu website também – ele é o seu cartão de visitas virtual.

Uma vez que o seu site vai desempenhar um papel crucial no sucesso do seu negócio em casa, certifique-se de que o website está bem estruturado. Você não quer que as pessoas sintam-se frustradas ao tentar buscar alguma informação em seu site pelo fato de que é difícil de navegar no mesmo, não é? Então verifique o layout do seu site e faça o que puder para torná-lo bastante usável. Você pode pedir outras pessoas (seus amigos e familiares, por exemplo) para acessarem seu website e dizerem-lhe o que foi difícil encontrar e onde esperavam encontrar aquela informação. Assim, você poderá fazer pequenas correções que podem significar a diferença entre um potencial cliente satisfeito e um simples visitante frustrado.

Pense também no mobile marketing, que está cada vez mais se expandindo. Certas plataformas de conteúdo permitem que você configure seu website facilmente para aparecer corretamente em celulares e smartphones – se possível, faça alguns testes e veja como o seu website aparece. Além disso, você pode empreender estratégias de marketing específicas para celulares mesmo sem o uso da web, por exemplo, por meio de SMS. Para tal, precisará contatar uma empresa provedora de tal serviço para saber como pode desenvolver melhor tal estratégia.

Outro ponto importante quando empreendendo seu próprio negócio é garantir que seus esforços são realmente eficazes. É muito fácil estar sempre ocupado, porém, o que garante que a forma como você se ocupa é realmente uma forma produtiva? As atividades que você está empreendendo trazem receita? São vitais para a gestão do negócio? Se não, por que você precisa executá-las? Reveja periodicamente seu plano de ação (você possui um, não possui?) e veja se tudo o que está descrito nele ainda funciona. Caso algo não seja mais adequado, então você pode alterar aquela atividade para ser mais proveitosa ou substituí-la por outra que tenha melhor retorno.

E lembre-se que o sucesso de um negócio muitas vezes está atrelado ao seu potencial de inovação. Inovar, trazer algo novo que surpreenda e agrade ao cliente, é vital em qualquer negócio, seja ele um pequeno negócio em casa ou um negócio estabelecido em um grande prédio comercial. A inovação é uma das poucas alternativas para ficar à frente de sua concorrência, principalmente quando a mesma já possui muitos anos de experiência à nossa frente.

Como disse, estas são somente algumas, mas há muitas outras dicas importantes para quem deseja alcançar o sucesso em um negócio em casa. Esperamos que você tenha aprendido algo que possa ajudá-lo a se tornar bem sucedido em seu novo negócio. Com disciplina e perseverança, você deve começar a ver resultados reais a curto prazo.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Trabalhar em casa sem tornar sua vida um inferno

E então você tomou aquela que pode ser a mais sábia (ou mais idiota) decisão de sua vida: trabalhar em casa. Pode ser somente uma como um hobby para as horas vagas nos fins de semana, uma renda extra a ser feita em uma ou duas horas à noite ou um novo trabalho em tempo integral. Não importa. O seu sucesso será determinado pela forma como guia o seu negócio, não importa se este é um negócio em casa, conduzido em seu próprio home office, ou uma grande multinacional, ocupando um prédio inteiro com dezenas de andares.

E aqui está o primeiro erro cometido por muitos: descuidar-se. Um descuido, sob vários aspectos, pode levar a grandes problemas futuros no seu negócio – muitos deles podendo, até mesmo, acabar completamente com o seu negócio. Sendo assim, é bom estar atento e evitar, a todo custo, falhas no processo. Sim, posso estar parecendo exagerado, mas “cautela e caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém”, não é mesmo? Então vamos ver agora algumas dicas…

Se pretende mesmo trabalhar em casa, jamais se descuide quanto à segurança de seu computador. Uma vez que é sua principal forma de fazer negócios e ganhar dinheiro, você vai querer ter certeza de que o mesmo não terá problemas. Mantenha seus dados de backup em um disco rígido separado, instale um antivírus e tenha um firewall ativado. Dessa forma, você pode ter alguma segurança para você e para o seu negócio.

Para economizar dinheiro mantenha o controle de todas as despesas do negócio. Isso inclui coisas como gastos com gasolina, ligações telefônicas e serviços relacionados à Internet. Quando você executa o seu próprio negócio, muitas destas despesas essenciais são dedutíveis. Juntando pouco a pouco todos esses valores dedutíveis, você pode ter alguma dedução mensal que, apesar de parecer pequena, pode economizar-lhe um bom dinheiro ao longo do ano.

Configure um orçamento para publicidade e promoção do seu negócio e certifique-se de cumpri-lo. Cumprindo tais gastos com orçamentos dentro do estipulado você evita exagerar nas despesas com o marketing ao mesmo tempo em que evita economizar demais ao ponto de perder em competitividade com a sua concorrência. Seu orçamento para marketing deve crescer ao longo do tempo e assim será capaz de gastar mais dinheiro para promover o seu negócio.

Para ser bem sucedido e ganhar um bom dinheiro com um negócio em casa você deve ser muito auto-motivado. Ser capaz de motivar a si mesmo é a principal qualidade que você precisa ter para obter sucesso em um negócio desse tipo. Você tem que ser capaz de ajustar suas próprias horas de trabalho e prazos, juntamente com estar disposto a trabalhar duro mesmo quando você não está vendo nenhum tipo de retorno.

Não caia nas armadilhas publicitárias sobre oportunidades para “ficar rico rápido”, kits de negócios em casa que prometem ganhos extraordinários em dias ou mesmo em horas. Um negócio com sucesso, seja ele em sua própria casa ou não, toma tempo e paciência para se desenvolver. Todas as promessas de sucesso ou riquezas instantâneas são falsas. As únicas pessoas que ganham dinheiro dessa forma são os próprios charlatões que tais kits para outros. Então, poupe o seu dinheiro e ignore tais promessas.

Obviamente, estas são somente algumas das muitas dicas necessárias para gerir um negócio de forma adequada, mas escrever um artigo somente com todas elas tornaria sua leitura muito exaustiva e desinteressante, então ficaremos hoje com estas cinco dicas e em outro momento abordaremos outras mais!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Pequenos negócios para amantes de animais

Se os animais são uma de suas verdadeiras paixões, por que não começar um negócio ou serviço envolvendo-os? Serviços relacionados a animais de estimação são uma indústria multibilionária, e iniciar o seu próprio negócio em casa nesta área pode exigir poucos investimentos iniciais. Por que não considerar transformar sua paixão por animais de estimação em lucro? Continue lendo nosso artigo e talvez você encontre uma ou duas sugestões interessantes.

1. Passeios com cães. Uma ótima ideia para aposentados e estudantes, passeio com cães é algo já bem estabelecido em outros países e em grande desenvolvimento também no Brasil que pode gerar uma renda em tempo parcial interessante – e ainda ajudá-lo a manter-se em forma ao mesmo tempo! Promova bem o seu serviço e selecione cães bem comportados, que gostam de sua companhia e você poderá começar cada dia com uma nova “aventura canina” e ainda colocar R$ 50,00 a R$ 150,00 em seu bolso.

2. “Creche Animal”. Na maioria dos casos, alguns ajustes para a sua casa e propriedade serão necessários para abrir uma creche canina, mas se o seu amor pelos animais é profundo, este negócio pode ser excelente para você. Ofereça um excelente preço introdutório para os clientes interessados e mantenha uma agenda com atividades divertidas para os cães. O preço inicial para um dia nessa creche pode variar bastante, mas a faixa de R$ 30,00 a R$ 60,00 parece bastante interessante – principalmente de acordo com as atividades e opções que você oferecer!

3. Treinamento de animais. Embora haja um investimento para a formação de treinador, esta é uma área onde “expertise” também vale muito: não é suficiente amar os animais, você deve saber como levá-los a obedecer seus comandos, comportar-se, etc. Uma vez estabelecido como um treinador altamente eficaz, você terá um excelente rendimento como um especialista em treinamento.

4. Fotografia do animal de estimação. Aqui uma boa câmera fotográfica pode ser suficiente! Contanto que você possa tirar fotos muito boas e tenha uma grande afinidade com os animais de todos os tipos e personalidades, tornar-se um fotógrafo profissional de animais de estimação irá produzir um grande rendimento e muitas boas risadas! Ninguém ama posar para a câmera mais do que os animais de estimação, e você pode ser muito bem pago para capturar fotos incríveis deles, vestidos das mais variadas formas – como com um chapéu de Papai Noel, por exemplo.

5. Roupas e acessórios para cães. Há muito dinheiro em blusas e roupas para cães. Uma pessoa que realmente seu animal de estimação não vai parar por nada enquanto não tiver o seu cão vestido do jeito que deseja, seja somente para mantê-lo aquecido, seja para impressionar os amigos. Você pode ter uma loja online ou ter uma pequena boutique em algum lugar em sua propriedade.

6. Criador de animais. O negócio de produção de filhotes de raças mais procuradas pode, literalmente, render-lhe R$ 100,00 ou R$ 200,00 por filhote. Embora seja um mercado competitivo, muitas vezes com vendedores de atitudes questionáveis, pode ser uma forma gratificante para ganhar um dinheiro decente e desfrutar da companhia de um monte de recém-nascidos adoráveis! Mas tenha o cuidado de obedecer às leis locais, que podem limitar o número de animais que você tem em sua propriedade!

Como você pode ver, há muitas maneiras de transformar a sua paixão pelos animais de estimação em um negócio rentável em sua própria casa. Metade da batalha de sucesso com um negócio em casa é decidir sobre um empreendimento que você ama e saber o suficiente para dominá-lo. Se você possui muito amor pelos animais, considere as sugestões acima referidas como vias possíveis para a sua liberdade financeira e realmente desfrutar do seu trabalho.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

O que você precisa saber sobre negócios em casa

Iniciar um negócio em casa pode ser muito divertido, mas também pode ser uma grande dor de cabeça se você não souber como começar.

O ponto forte da Internet aqui é que há muita informação valiosa na web que pode guiá-lo para saber como aprender os fundamentos para começar um negócio em sua casa. E esperamos que este artigo possa ser um dos seus muitos guias para o sucesso no home business!

Trata-se de somente uma boa ideia ou uma oportunidade de verdade?

Quando falamos de ter um negócio em nossa própria casa, esta deve ser a primeira pergunta que devemos nos fazer: estou diante de uma boa ideia, porém dificilmente lucrativa, ou esta é realmente uma grande oportunidade de negócio?

Há inúmeras boas ideias, algumas muito boas por sinal, porém muitas delas não poderão transformar-se em um bom negócio porque não são verdadeiras oportunidades.

Para saber se uma ideia é uma boa oportunidade, você deve refletir sobre as seguintes perguntas:

  • Minha ideia atende a uma necessidade ou desejo de algum público-alvo?
  • Posso estabelecer uma boa relação custo x benefício de forma a agradar o meu público e ainda assim trazer-me um bom retorno financeiro?
  • Meu público-alvo possui poder aquisitivo e interesse suficiente em meu produto ou serviço para justificar a sua implementação?
  • É possível conseguir recursos humanos, tecnológicos e financeiros suficientes para tornar minha ideia em um negócio de verdade?
  • Há demanda suficiente para justificar a implantação do negócio?

Se você respondeu positivamente a todas essas perguntas, então você pode estar diante de uma grande oportunidade de negócio!

Preparando o seu escritório

Já comentamos em várias oportunidades anteriores a importância de ter um escritório em sua casa (um home office) bem equipado e isolado do resto de sua casa, de forma que você possa concentrar-se e trabalhar em seus projetos.

Infelizmente, muitas pessoas não configuram corretamente seu escritório e depois ficam a reclamar, dizendo que não estão conseguindo uma boa produtividade ou não conseguem concentrar-se tanto quanto gostariam.

Não adianta economizar na hora de montar o seu escritório, é necessário fazê-lo de forma correta! Leia nosso artigo Preparando seu home office e tenha uma melhor ideia de como fazê-lo.

Elimine as distrações

Você pode ter o melhor e mais isolado home office do mundo, mas se a todo momento você abre a porta do mesmo para ir à sala assistir televisão ou conversar sobre algo com seus familiares, você estará auto-sabotando-se – e você será o principal prejudicado com isso!

Durante o seu horário de trabalho, não permita que outras pessoas o atrapalhem bem como evite sair do seu escritório – se possível, tenha uma garrafa d’água com você, assim não há a desculpa de sair para “beber um copo de água”.

Saiba quando e quanto aprender

Hoje em dia, há dois tipos de riscos quanto ao manuseio da informação que o pequeno empreendedor deve estar preparado: a deficiência de informação e a overdose de informação.

A deficiência de informação é caracterizada por momentos em que o não conhecimento de certas informações vitais para o seu empreendimento podem estar a prejudicá-lo. Geralmente isso ocorre devido à constante mudança no mercado e cenário econômico, que nos obriga a estar constantemente aprendendo – então, quem não se preocupa em aprender sempre mais, acaba por expor-se a tal risco.

Já a overdose de informação ocorre quando estamos recebendo um volume tão grande de informações que acabamos por nos prejudicar, não conseguindo executar todas as nossas tarefas. Um exemplo disso pode ser alguém que lê inúmeros websites sobre investimentos e, por isso, acaba por pouco escrever em seu próprio blog ou website sobre investimentos. Ou então alguém que coleta um grande volume de informações estatísticas diariamente para melhor gerir o seu negócio e, como consequência, pouco tempo acaba tendo para executar as ações realmente operacionais.

E um caso mais grave ainda é quando acontece ambos, isto é, o empreendedor sofre de deficiência de informação apesar de receber uma overdose diariamente – isso acontece quando a pessoa está a ler muita informação diariamente que na verdade é desnecessária. Quer ver um exemplo? É importante compreender e saber pôr em prática a parte de SEO em seus negócios online, porém se você ficar somente a ler sobre as diversas teorias de SEO (muitas não comprovadas) e a analisar todos os produtos e subprodutos oferecidos, você pode acabar não focando naquilo que realmente interessa em seu negócio, que pode se tratar de informações específicas sobre um determinado produto eletrônico.

Usando a Internet

Como comentamos anteriormente, precisamos estar sempre aprendendo. A Internet pode então ajudar-nos nesse processo de educação contínua, oferecendo-nos um espaço onde podemos encontrar muitas informações e outras pessoas para discutir sobre um determinado assunto.

Volto a salientar aqui o cuidado para evitar a overdose de informação. Sendo assim, esteja sempre se perguntando se aquela informação que você está buscando ou adquirindo é realmente uma informação relevante ou se está somente a desperdiçar o seu tempo!

Seja dedicado – mantenha uma rotina de trabalho!

Se você deseja trabalhar cerca de 30 horas semanais, elabore então um horário de trabalho semanal que satisfaça as 30 horas semanais e não deixe que a sua vida extra-profissional atrapalhe sua vida profissional e vice-versa.

Quando você passa a ter uma rotina de trabalho, fica muito mais fácil para que toda a sua família saiba quando pode e quando não pode contar com a sua presença. Além disso, você consegue manter-se muito mais produtivo.

Enfim…

Por mais divertido que possa parecer ficar em casa e não precisar sair para trabalhar, trabalhar em casa continua sendo trabalho e se você deseja que seu negócio em casa tenha bons resultados, você precisa tratar isso da forma mais séria possível. Só assim poderá tornar-se um verdadeiro sucesso!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Trabalhando melhor em casa – conciliando o profissional e o familiar

Trabalhar em casa é, hoje, o sonho de grande parte da população: muitas mulheres gostariam de trabalhar em casa a fim de manter-se no conforto do lar e próximas dos filhos, enquanto que muitos homens podem desejar trabalhar em casa para fugir do trânsito ou, de forma similar às mulheres, poderem estar mais próximos de sua família. Entretanto, são necessárias algumas regras na hora de regular o trabalho em casa, caso contrário, aquilo que deveria ser a realização de um sonho pode se tornar em um pesadelo.

Infelizmente, não há uma fórmula perfeita, um guia passo-a-passo a ser seguido a fim de garantir que o trabalho em casa será um completo sucesso – é a própria experiência, superando erros e consolidando acertos, que o guiará nesta nova jornada. Sendo assim, não importa se você é homem ou mulher, jovem ou mais maduro, esteja pronto para encontrar algumas pedras em seu caminho rumo ao “sucesso em seu home office”. Por falar nisso, você tem um home office?

Quando se trata de trabalhar em casa, saber separar a parte profissional da parte pessoal ou familiar é fundamental – isso ou corre-se o risco de arcar com os diversos problemas decorrentes da intromissão de uma parte na outra de sua vida.

E é por isso que é tão importante que tenha um home office em sua casa: ajuda e muito a separar o que é trabalho daquilo que é lar. Aliás, você deveria investir bem em seu home office, o espaço de sua casa onde poderá trabalhar, e garantir que ele estará bem separado da casa. Uma boa forma de fazer isso é criar o mesmo em um cômodo da casa especificamente para esta função tal que seus familiares (pais, marido ou filhos) não precisem passar por meio deste para chegar a outro local da casa. E, claro, regras. Regras são muito importantes, para que sua família respeite seu local e momento de trabalho, quanto para que você não deixe seu trabalho atrapalhar em sua vida familiar.

A separação física deve ser completa – não permita que seus filhos ou cônjuge usem seu ambiente de trabalho para fins de diversão, por exemplo, ao menos não durante o horário de seu expediente. Se você está a trabalhar na sala de estar ou o computador que seu filho para jogar está em seu home office, você poderá ter muitas dores de cabeça quando ele quiser jogar ou assistir filmes. Neste caso, é bom que haja uma televisão ou um computador em outro ponto da casa, tal que ele não precise usar aquele que está em seu escritório durante o seu expediente.

Uma das vantagens de trabalhar-se em casa é a possibilidade de adaptar o horário de trabalho à sua rotina em casa. Você pode acordar mais cedo ou mais tarde, levar primeiro seus filhos à escola ou já começar a trabalhar. A sua rotina fica por sua conta. Mas isso é uma faca de dois gumes, pois pode levar-lhe a prejudicar a vida de sua família sem perceber, por exemplo, ao executar seu trabalho num horário em que deveria estar dedicando-se à sua família. Lembre-se, não é somente os outros membros da família que precisam respeitar o seu ambiente e horário de trabalho, você também precisa respeitá-los e não deixar que isso atrapalhe suas vidas.

Mesmo trabalhando em casa, desenvolva uma rotina saudável, com um horário certo para acordar, executar suas tarefas domésticas e para começar o trabalho. Você determina a ordem e o tempo a desempenhar cada coisa, mas precisa saber utilizar-se de bom senso. E preze por manter sempre uma boa produtividade e qualidade em seu ambiente de trabalho, afinal de contas, não é porque você está em casa que deveria fazer tudo “de qualquer jeito”.

Sim, esta não será uma tarefa muito fácil, principalmente em seus primeiros passos. E não, após algum tempo não fica “tudo bem”, pois é muito fácil acabar esquecendo-se de seguir a rotina, de tal forma que você precisa sempre estar vigiando-se. No fim das contas todo esse esforço vale a pena: você desenvolverá um ambiente para trabalhar em casa mais saudável e sem prejudicar a sua vida familiar.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Blogging for money – seu caminho para o sucesso

Você provavelmente já sabe que há muita gente ganhando dinheiro na web, seja por meio de lojas virtuais, prestando serviços como consultor ou por meio de websites com “micro-serviços”, como o fiverr.com, por exemplo. Mas o que você não sabe é que apesar de muitos dizerem que blogs hoje ganham menos que há alguns anos atrás – e isso infelizmente é verdade -, esta ainda é uma excelente oportunidade para quem está começando nesse negócio de “ganhar dinheiro na Internet”.

Quanto é possível ganhar? Como se ganha tal dinheiro? Quem estará pagando por isso? O que é preciso fazer? Bem, estas são somente algumas das várias perguntas que rodeiam a mente de quem está começando e está decidido a atuar no mundo do blogging, mas ainda não sabe bem como transformar isso em uma segunda renda ou até mesmo em uma profissão.

Bem, há vários caminhos para se ter seu próprio blog: por meio de serviços para criação de blogs gratuitos como blogger.com, wordpress.com e webnode.com, bem como por meio de uma hospedagem própria. Cada uma delas possui suas vantagens e desvantagens e, se você está querendo somente “experimentar” o mundo do blogging, então talvez você deseje começar com o blogger.com. Outro ponto importante é como o dinheiro entrará no negócio. Se você não possui produtos próprios, é bem provável que deseje vender espaço publicitário em seu blog tal que possa ganhar algum dinheiro exibindo publicidades de terceiros.

E apesar de muitos falarmos sobre a importância de registrar um bom domínio, o primeiro passo é, na verdade, a escolha do nicho. Se você escolher um bom nicho, todo o seu trabalho, em algum momento, será devidamente recompensado. Entretanto, se escolher um nicho ruim, é bem provável que daqui a alguns anos ainda não esteja vendo o dinheiro entrar como desejaria!

Procure um bom nicho, com bom volume de buscas, alto interesse por parte dos anunciantes - Google Keyword Tools pode ajudá-lo nisso – e baixa concorrência nos motores de busca. É, isso não é tão simples quanto alguns gostariam, mas é o jeito certo para se chegar no resultado que se deseja.

Crie um blog em torno de um assunto sobre o qual você gosta de falar ou que pelo menos tenha interesse em estudar, aprender. Antigamente, bastavam meia dúzia de páginas para destacar-se bem à frente da concorrência. Hoje, nós trabalhamos com volumes bem maiores de artigos publicados constantemente em nossos blogs e websites.

Lembre-se também de identificar “subnichos”, isto é, temas dentro do tema escolhido. Suponhamos que o seu nicho é “perder peso”, então você poderia falar sobre dietas para emagrecer, exercícios para perder a barriga e outros subtemas. Isso é importante, pois quanto maior a sintonia entre o seu nicho e aquilo que você escreve, melhor será a sua reputação, não somente perante visitantes, mas também diante dos motores de busca.

E escrever somente não será o suficiente, você também precisa “marketear”, isto é, divulgar o seu blog. Há vários canais na própria blogosfera onde você pode divulgar o seu trabalho, além de redes sociais onde podemos facilmente compartilhar aquilo que escrevemos com outras pessoas. Sendo assim, alguns canais que você pode utilizar-se em sua estratégia de marketing são o Dihitt, Do Melhor, Orkut, Google+, Facebook, Twitter e Pinterest. Claro, estas são somente algumas das muitas opções. E você não precisa estar realmente em todas elas, mas é sempre bom já ter o seu perfil cadastrado em cada uma delas, como uma forma de “proteger a sua marca”.

Isto não é o que podemos chamar de “the ultimate guide to blogging”, mas é mais uma ferramenta que você pode utilizar para saber quais devem ser os seus primeiros passos. E agora desejo-lhe sucesso em sua empreitada!

Se você gostou deste artigo, que tal...

Criando blogs de qualidade

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro fácil

Muitas pessoas procuram aprender como ganhar dinheiro fácil na Internet com o intuito de trabalhar em casa e elas dizem que querem “somente” um jeito de ganhar dinheiro que seja fácil, não demande aprendizado, gratuito e que lhes renda muito dinheiro rapidamente. Posso dizer que me orgulho bastante de desenvolver meus negócios sem fingir, sem enganar outras pessoas – e, no mundo dos negócios online, isso ultimamente está merecendo “medalha de honra”. Sendo assim, aqui vai uma resposta sincera para essa pergunta: não existe!

Decidi escrever um artigo com este nome justamente para chamar a sua atenção, amigo leitor, que provavelmente estava procurando por tal tipo de informação! Há vários meios de ganhar dinheiro na Internet, alguns deles até podem ser considerados fáceis no sentido de que não são difíceis de aprender como funcionam, mas daí a encontrar um meio honesto, fácil, gratuito e rápido, a distância é muito grande! Mas vou ajudá-lo apresentando aqui algumas das oportunidades que você pode desenvolver aí mesmo, no conforto de seu lar.

Um primeiro jeito de ganhar dinheiro em casa é escrevendo artigos. Aliás, já falamos sobre isso anteriormente aqui, no artigo Ganhe dinheiro escrevendo artigos e há também o artigo Escrevendo artigos pagos, no Clube do Dinheiro. Se você está a escrever artigos para terceiros, você irá provavelmente ganhar um valor fixo por artigo ou um valor proporcional à renda que aquele artigo irá gerar no website – se você está precisando de dinheiro, opte por um valor fixo por artigo, pois poderá demorar muito para que seu artigo renda o suficiente para você da segunda forma.

Agora, uma coisa que esqueci de comentar quando escrevi aquele artigo é sobre a importância de ter um blog próprio para apresentar o seu trabalho aos potenciais clientes: se você está tentando fechar acordo com um determinado website ou blog para escrever artigos para o mesmo, é claro que é do interesse deles ver alguns artigos seus a fim de conhecer o seu estilo de escrita, nível de conhecimento da língua portuguesa, etc. Se você não possui um, crie hoje mesmo, publique alguns artigos sobre os temas que possam ser do seu interesse e use-o como portifólio a ser apresentado a futuros clientes!

Outra forma de ganhar dinheiro que está sendo explorada bastante são os programas de afiliados. Um programa de afiliados consiste de um sistema que permite que participantes vendam produtos da rede e lucrem uma comissão por meio disso. Um artigo bastante interessante sobre esse assunto é o Programas de afiliados, lá você irá encontrar informações sobre alguns dos programas de afiliados mais populares (como o Google Adsense, que na verdade funciona mais como uma rede publicitária, onde você recebe por clique).

Entretanto, se você possui um bom conhecimento e experiência sobre algo (ou pode contratar alguém que os tenha), você pode criar um infoproduto e vendê-lo! Um infoproduto trata-se de um produto de informação, um produto digital e que portanto dispensa altos custos com seu armazenamento, distribuição, etc. Há diversos tipos de infoprodutos que podem ser vendidos, como livros eletrônicos, cursos, assinaturas de membro, etc. O artigo Como criar um infoproduto? deveria ser seu ponto de partida nesta jornada.

E um outro caminho pode ser criando o seu blog ou website em torno de um assunto, desenvolvendo uma boa reputação e então tornando-o rentável. A fim de que tal estratégia funcione, é necessário que você escolha uma área que apresente boa intenção comercial, isto é, que já possua muitos comerciantes e empresários interessados em divulgar marcas, produtos e serviços relacionados. Caso você falhe nesse passo, você até poderá ter um excelente website ou blog, mas não haverá produtos a serem expostos ali, logo não poderá ganhar dinheiro.

Bem, por meio deste artigo, acredito que ficou fácil perceber que descobrir como ganhar dinheiro fácil não é impossível, mas pode não ser tão “fácil” quanto muitas pessoas adorariam. Mas se você quer realmente ganhar dinheiro com isso e passar a trabalhar em casa, não deveria ficar lamentando e sim começar a fazer a sua parte, iniciando hoje mesmo o seu próprio negócio online! E então, pronto para a batalha?

Se você gostou deste artigo, que tal...

Empreendedorismo brasileiro

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como jogar xadrez

Xadrez não precisa ser considerado um bicho-de-sete-cabeças. A lógica básica do xadrez (isto é, movimentação permitida para cada peça e regras de vitória ou derrota) é sempre bastante discutida por aí, de tal forma que não deveria ser muito difícil para você encontrar conteúdo e pessoas dispostas a compartilhar seu conhecimento sobre isso.

Entretanto, conforme você avança no mundo do xadrez, poderá sentir necessidade de empregar estratégias melhor elaboradas. Para isso, websites como AngelFire.com e Jogos Online do UOL podem ajudá-lo.

A defesa contra um xeque tem capacidade de ser de três tipos: mover o rei, capturar a peça que está dando xeque ou empregar uma peça entre a peça que está dando xeque e o rei (a não ser que seja um cavalo, já que ele pode desprezar a respeito das demais peças). Roque: um ação especial em que o rei avança ambas residências na direção da torre e a torre salta por cima do rei
Fonte: http://www.angelfire.com/ab/jogos/Tradicionais/xadrez_basico.htm

Jogue uma variação assombrada de Xadrez, o clássico jogo eletrônico de tabuleiro, em "Tomb Chess". Jogar Easy Chess Jogado 63.757 momentos Aprenda a jogar xadrez com "Easy Chess". Jogar Robo Chess Jogado 40.615 ocasiões Jogue Xadrez contra um robô super inteligente em "Robo Chess" e mostre o indivíduo que é o ser superior. Jogar UOL Jogos Pela Web |
Fonte: http://jogosonline.uol.com.br/xadrez.html

Esta regra apenas se aplica assim que um peão avançou duas residências e passou por uma casa defendida por um peão adversário, neste caso unicamente na jogada seguinte pode o peão adversário admitir o peão de que maneira se este tivesse avançado somente uma residência. Predispor : Assim que um peão chega à última moradia é promovido para outra peça à procura exceto o rei, geralmente é selecionada a rainha pois é a peça mais forte.
Fonte: http://xadrez.com.sapo.pt/regras.html

E, para não perder o costume, um vídeo mostrando um pouco sobre como jogar xadrez:

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como jogar truco

É sempre assim: a turma toda se reúne com um baralho em mãos e logo inicia uma partida de truco. Se você sabe jogar, ótimo, mas se não souber, pode perder a oportunidade de se divertir bastante com eles! Por sorte, o website Jogatina.com e o Manualzinho apresentam boas dicas para quem está iniciando nesse tipo de jogo e deseja aprender como jogar truco.

É um pedido de “aumento da aposta” que pode ser preparado no instante em que um jogador é desafiado com o pedido de Truco. Neste se por acaso, a partida que inicialmente valia um ponto e foi trucada, transpondo a valer 3, passará a valer 6, se por aventura o adversário aceite. Se o adversário não aceitar o pedido, o desafiador tem 3 requisitos. Nove – É um pedido de “aumento de aposta” que tem capacidade de ser feito no instante em que um jogador é desafiado com o pedido de “Seis”. Neste se por aventura, a partida que estava valendo seis, passará a valer 9 com esse pedido, caso o adversário aceite. Se o adversário não aceitar o pedido, o desafiador lucra 6 pontos.
Fonte: http://www.jogatina.com/regras-como-jogar-truco.html

Enfim, depende muito da decisão do seu adversário para saber o que acontecerá em seguida, mas a recíproca também é válida, isto é, ele pode pedir um aumento de aposta e aí dependerá se você aceitará ou não!

Deve-se lembrar que a Dama (Q) virá posteriormente do valete (J) exepcionalmente no game de Truco. Além desses valores fixos, a cada rodada uma carta retirada do baralho determina a carta mais forte do jogo, tal carta é denominada de Manilha , e frequentemente será a quantidade seguinte da tal carta retirada. Por exemplo: ao começar uma rodada o distribuidor das cartas vira uma carta na mesa de número 4, portanto as cartas de númro
Fonte: http://manualzinho.blogspot.com/2009/08/como-jogar-truco.html

Mão de ferro – no momento em que ambas as duplas estão com 11 pontos. Carta coberta – carta jogada virada (com a face voltada para mínimo), que não equivale nada. O lugar das cartas (da mais reduzido para superior): 4, 5, 6, 7, Q, J, K, A, 2, 3 O lugar dos naipes das manilhas (da abaixo para superior): ouro, espada, copas e paus. O Jogo eletrônico Depois de a distribuição das cartas, revela-se a carta do topo do monte – a Vira. Através dela, definem-se as manilhas, que são as cartas seguintes à vira, seguindo a série das cartas. Maneiras: se a vira for seis, a manilha é a 7; se a vira for 7, a manilha é a Q; se a vira for 3, a manilha é a 4. As 4 manilhas são as cartas que valem mais durante esta rodada, praticando a o lugar dos naipes das manilhas (nas cartas que não são manilhas o naipe não interessa). A seguir, começa-se uma mão, valendo 1 ponto. As mãos são feitas sucessivamente, até que uma das duplas chegue a 12 requisitos. A mão de 11 já começa valendo 3 pontos. Na mão de ferro, o jogo digital é jogado dela jeito, todavia os jogadores não têm possibilidade de considerar as suas cartas (“no escuro”).
Fonte: http://www.megajogos.com.br/jogosonline/truco/regras

E então, a fim de uma partida de truco?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS