Trabalhando melhor em casa – conciliando o profissional e o familiar


Trabalhar em casa é, hoje, o sonho de grande parte da população: muitas mulheres gostariam de trabalhar em casa a fim de manter-se no conforto do lar e próximas dos filhos, enquanto que muitos homens podem desejar trabalhar em casa para fugir do trânsito ou, de forma similar às mulheres, poderem estar mais próximos de sua família. Entretanto, são necessárias algumas regras na hora de regular o trabalho em casa, caso contrário, aquilo que deveria ser a realização de um sonho pode se tornar em um pesadelo.

Infelizmente, não há uma fórmula perfeita, um guia passo-a-passo a ser seguido a fim de garantir que o trabalho em casa será um completo sucesso – é a própria experiência, superando erros e consolidando acertos, que o guiará nesta nova jornada. Sendo assim, não importa se você é homem ou mulher, jovem ou mais maduro, esteja pronto para encontrar algumas pedras em seu caminho rumo ao “sucesso em seu home office”. Por falar nisso, você tem um home office?

Quando se trata de trabalhar em casa, saber separar a parte profissional da parte pessoal ou familiar é fundamental – isso ou corre-se o risco de arcar com os diversos problemas decorrentes da intromissão de uma parte na outra de sua vida.

E é por isso que é tão importante que tenha um home office em sua casa: ajuda e muito a separar o que é trabalho daquilo que é lar. Aliás, você deveria investir bem em seu home office, o espaço de sua casa onde poderá trabalhar, e garantir que ele estará bem separado da casa. Uma boa forma de fazer isso é criar o mesmo em um cômodo da casa especificamente para esta função tal que seus familiares (pais, marido ou filhos) não precisem passar por meio deste para chegar a outro local da casa. E, claro, regras. Regras são muito importantes, para que sua família respeite seu local e momento de trabalho, quanto para que você não deixe seu trabalho atrapalhar em sua vida familiar.

A separação física deve ser completa – não permita que seus filhos ou cônjuge usem seu ambiente de trabalho para fins de diversão, por exemplo, ao menos não durante o horário de seu expediente. Se você está a trabalhar na sala de estar ou o computador que seu filho para jogar está em seu home office, você poderá ter muitas dores de cabeça quando ele quiser jogar ou assistir filmes. Neste caso, é bom que haja uma televisão ou um computador em outro ponto da casa, tal que ele não precise usar aquele que está em seu escritório durante o seu expediente.

Uma das vantagens de trabalhar-se em casa é a possibilidade de adaptar o horário de trabalho à sua rotina em casa. Você pode acordar mais cedo ou mais tarde, levar primeiro seus filhos à escola ou já começar a trabalhar. A sua rotina fica por sua conta. Mas isso é uma faca de dois gumes, pois pode levar-lhe a prejudicar a vida de sua família sem perceber, por exemplo, ao executar seu trabalho num horário em que deveria estar dedicando-se à sua família. Lembre-se, não é somente os outros membros da família que precisam respeitar o seu ambiente e horário de trabalho, você também precisa respeitá-los e não deixar que isso atrapalhe suas vidas.

Mesmo trabalhando em casa, desenvolva uma rotina saudável, com um horário certo para acordar, executar suas tarefas domésticas e para começar o trabalho. Você determina a ordem e o tempo a desempenhar cada coisa, mas precisa saber utilizar-se de bom senso. E preze por manter sempre uma boa produtividade e qualidade em seu ambiente de trabalho, afinal de contas, não é porque você está em casa que deveria fazer tudo “de qualquer jeito”.

Sim, esta não será uma tarefa muito fácil, principalmente em seus primeiros passos. E não, após algum tempo não fica “tudo bem”, pois é muito fácil acabar esquecendo-se de seguir a rotina, de tal forma que você precisa sempre estar vigiando-se. No fim das contas todo esse esforço vale a pena: você desenvolverá um ambiente para trabalhar em casa mais saudável e sem prejudicar a sua vida familiar.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Blogging for money – seu caminho para o sucesso

Você provavelmente já sabe que há muita gente ganhando dinheiro na web, seja por meio de lojas virtuais, prestando serviços como consultor ou por meio de websites com “micro-serviços”, como o fiverr.com, por exemplo. Mas o que você não sabe é que apesar de muitos dizerem que blogs hoje ganham menos que há alguns anos atrás – e isso infelizmente é verdade -, esta ainda é uma excelente oportunidade para quem está começando nesse negócio de “ganhar dinheiro na Internet”.

Quanto é possível ganhar? Como se ganha tal dinheiro? Quem estará pagando por isso? O que é preciso fazer? Bem, estas são somente algumas das várias perguntas que rodeiam a mente de quem está começando e está decidido a atuar no mundo do blogging, mas ainda não sabe bem como transformar isso em uma segunda renda ou até mesmo em uma profissão.

Bem, há vários caminhos para se ter seu próprio blog: por meio de serviços para criação de blogs gratuitos como blogger.com, wordpress.com e webnode.com, bem como por meio de uma hospedagem própria. Cada uma delas possui suas vantagens e desvantagens e, se você está querendo somente “experimentar” o mundo do blogging, então talvez você deseje começar com o blogger.com. Outro ponto importante é como o dinheiro entrará no negócio. Se você não possui produtos próprios, é bem provável que deseje vender espaço publicitário em seu blog tal que possa ganhar algum dinheiro exibindo publicidades de terceiros.

E apesar de muitos falarmos sobre a importância de registrar um bom domínio, o primeiro passo é, na verdade, a escolha do nicho. Se você escolher um bom nicho, todo o seu trabalho, em algum momento, será devidamente recompensado. Entretanto, se escolher um nicho ruim, é bem provável que daqui a alguns anos ainda não esteja vendo o dinheiro entrar como desejaria!

Procure um bom nicho, com bom volume de buscas, alto interesse por parte dos anunciantes - Google Keyword Tools pode ajudá-lo nisso – e baixa concorrência nos motores de busca. É, isso não é tão simples quanto alguns gostariam, mas é o jeito certo para se chegar no resultado que se deseja.

Crie um blog em torno de um assunto sobre o qual você gosta de falar ou que pelo menos tenha interesse em estudar, aprender. Antigamente, bastavam meia dúzia de páginas para destacar-se bem à frente da concorrência. Hoje, nós trabalhamos com volumes bem maiores de artigos publicados constantemente em nossos blogs e websites.

Lembre-se também de identificar “subnichos”, isto é, temas dentro do tema escolhido. Suponhamos que o seu nicho é “perder peso”, então você poderia falar sobre dietas para emagrecer, exercícios para perder a barriga e outros subtemas. Isso é importante, pois quanto maior a sintonia entre o seu nicho e aquilo que você escreve, melhor será a sua reputação, não somente perante visitantes, mas também diante dos motores de busca.

E escrever somente não será o suficiente, você também precisa “marketear”, isto é, divulgar o seu blog. Há vários canais na própria blogosfera onde você pode divulgar o seu trabalho, além de redes sociais onde podemos facilmente compartilhar aquilo que escrevemos com outras pessoas. Sendo assim, alguns canais que você pode utilizar-se em sua estratégia de marketing são o Dihitt, Do Melhor, Orkut, Google+, Facebook, Twitter e Pinterest. Claro, estas são somente algumas das muitas opções. E você não precisa estar realmente em todas elas, mas é sempre bom já ter o seu perfil cadastrado em cada uma delas, como uma forma de “proteger a sua marca”.

Isto não é o que podemos chamar de “the ultimate guide to blogging”, mas é mais uma ferramenta que você pode utilizar para saber quais devem ser os seus primeiros passos. E agora desejo-lhe sucesso em sua empreitada!

Se você gostou deste artigo, que tal...

Criando blogs de qualidade

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro fácil

Muitas pessoas procuram aprender como ganhar dinheiro fácil na Internet com o intuito de trabalhar em casa e elas dizem que querem “somente” um jeito de ganhar dinheiro que seja fácil, não demande aprendizado, gratuito e que lhes renda muito dinheiro rapidamente. Posso dizer que me orgulho bastante de desenvolver meus negócios sem fingir, sem enganar outras pessoas – e, no mundo dos negócios online, isso ultimamente está merecendo “medalha de honra”. Sendo assim, aqui vai uma resposta sincera para essa pergunta: não existe!

Decidi escrever um artigo com este nome justamente para chamar a sua atenção, amigo leitor, que provavelmente estava procurando por tal tipo de informação! Há vários meios de ganhar dinheiro na Internet, alguns deles até podem ser considerados fáceis no sentido de que não são difíceis de aprender como funcionam, mas daí a encontrar um meio honesto, fácil, gratuito e rápido, a distância é muito grande! Mas vou ajudá-lo apresentando aqui algumas das oportunidades que você pode desenvolver aí mesmo, no conforto de seu lar.

Um primeiro jeito de ganhar dinheiro em casa é escrevendo artigos. Aliás, já falamos sobre isso anteriormente aqui, no artigo Ganhe dinheiro escrevendo artigos e há também o artigo Escrevendo artigos pagos, no Clube do Dinheiro. Se você está a escrever artigos para terceiros, você irá provavelmente ganhar um valor fixo por artigo ou um valor proporcional à renda que aquele artigo irá gerar no website – se você está precisando de dinheiro, opte por um valor fixo por artigo, pois poderá demorar muito para que seu artigo renda o suficiente para você da segunda forma.

Agora, uma coisa que esqueci de comentar quando escrevi aquele artigo é sobre a importância de ter um blog próprio para apresentar o seu trabalho aos potenciais clientes: se você está tentando fechar acordo com um determinado website ou blog para escrever artigos para o mesmo, é claro que é do interesse deles ver alguns artigos seus a fim de conhecer o seu estilo de escrita, nível de conhecimento da língua portuguesa, etc. Se você não possui um, crie hoje mesmo, publique alguns artigos sobre os temas que possam ser do seu interesse e use-o como portifólio a ser apresentado a futuros clientes!

Outra forma de ganhar dinheiro que está sendo explorada bastante são os programas de afiliados. Um programa de afiliados consiste de um sistema que permite que participantes vendam produtos da rede e lucrem uma comissão por meio disso. Um artigo bastante interessante sobre esse assunto é o Programas de afiliados, lá você irá encontrar informações sobre alguns dos programas de afiliados mais populares (como o Google Adsense, que na verdade funciona mais como uma rede publicitária, onde você recebe por clique).

Entretanto, se você possui um bom conhecimento e experiência sobre algo (ou pode contratar alguém que os tenha), você pode criar um infoproduto e vendê-lo! Um infoproduto trata-se de um produto de informação, um produto digital e que portanto dispensa altos custos com seu armazenamento, distribuição, etc. Há diversos tipos de infoprodutos que podem ser vendidos, como livros eletrônicos, cursos, assinaturas de membro, etc. O artigo Como criar um infoproduto? deveria ser seu ponto de partida nesta jornada.

E um outro caminho pode ser criando o seu blog ou website em torno de um assunto, desenvolvendo uma boa reputação e então tornando-o rentável. A fim de que tal estratégia funcione, é necessário que você escolha uma área que apresente boa intenção comercial, isto é, que já possua muitos comerciantes e empresários interessados em divulgar marcas, produtos e serviços relacionados. Caso você falhe nesse passo, você até poderá ter um excelente website ou blog, mas não haverá produtos a serem expostos ali, logo não poderá ganhar dinheiro.

Bem, por meio deste artigo, acredito que ficou fácil perceber que descobrir como ganhar dinheiro fácil não é impossível, mas pode não ser tão “fácil” quanto muitas pessoas adorariam. Mas se você quer realmente ganhar dinheiro com isso e passar a trabalhar em casa, não deveria ficar lamentando e sim começar a fazer a sua parte, iniciando hoje mesmo o seu próprio negócio online! E então, pronto para a batalha?

Se você gostou deste artigo, que tal...

Empreendedorismo brasileiro

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como jogar xadrez

Xadrez não precisa ser considerado um bicho-de-sete-cabeças. A lógica básica do xadrez (isto é, movimentação permitida para cada peça e regras de vitória ou derrota) é sempre bastante discutida por aí, de tal forma que não deveria ser muito difícil para você encontrar conteúdo e pessoas dispostas a compartilhar seu conhecimento sobre isso.

Entretanto, conforme você avança no mundo do xadrez, poderá sentir necessidade de empregar estratégias melhor elaboradas. Para isso, websites como AngelFire.com e Jogos Online do UOL podem ajudá-lo.

A defesa contra um xeque tem capacidade de ser de três tipos: mover o rei, capturar a peça que está dando xeque ou empregar uma peça entre a peça que está dando xeque e o rei (a não ser que seja um cavalo, já que ele pode desprezar a respeito das demais peças). Roque: um ação especial em que o rei avança ambas residências na direção da torre e a torre salta por cima do rei
Fonte: http://www.angelfire.com/ab/jogos/Tradicionais/xadrez_basico.htm

Jogue uma variação assombrada de Xadrez, o clássico jogo eletrônico de tabuleiro, em "Tomb Chess". Jogar Easy Chess Jogado 63.757 momentos Aprenda a jogar xadrez com "Easy Chess". Jogar Robo Chess Jogado 40.615 ocasiões Jogue Xadrez contra um robô super inteligente em "Robo Chess" e mostre o indivíduo que é o ser superior. Jogar UOL Jogos Pela Web |
Fonte: http://jogosonline.uol.com.br/xadrez.html

Esta regra apenas se aplica assim que um peão avançou duas residências e passou por uma casa defendida por um peão adversário, neste caso unicamente na jogada seguinte pode o peão adversário admitir o peão de que maneira se este tivesse avançado somente uma residência. Predispor : Assim que um peão chega à última moradia é promovido para outra peça à procura exceto o rei, geralmente é selecionada a rainha pois é a peça mais forte.
Fonte: http://xadrez.com.sapo.pt/regras.html

E, para não perder o costume, um vídeo mostrando um pouco sobre como jogar xadrez:

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como jogar truco

É sempre assim: a turma toda se reúne com um baralho em mãos e logo inicia uma partida de truco. Se você sabe jogar, ótimo, mas se não souber, pode perder a oportunidade de se divertir bastante com eles! Por sorte, o website Jogatina.com e o Manualzinho apresentam boas dicas para quem está iniciando nesse tipo de jogo e deseja aprender como jogar truco.

É um pedido de “aumento da aposta” que pode ser preparado no instante em que um jogador é desafiado com o pedido de Truco. Neste se por acaso, a partida que inicialmente valia um ponto e foi trucada, transpondo a valer 3, passará a valer 6, se por aventura o adversário aceite. Se o adversário não aceitar o pedido, o desafiador tem 3 requisitos. Nove – É um pedido de “aumento de aposta” que tem capacidade de ser feito no instante em que um jogador é desafiado com o pedido de “Seis”. Neste se por aventura, a partida que estava valendo seis, passará a valer 9 com esse pedido, caso o adversário aceite. Se o adversário não aceitar o pedido, o desafiador lucra 6 pontos.
Fonte: http://www.jogatina.com/regras-como-jogar-truco.html

Enfim, depende muito da decisão do seu adversário para saber o que acontecerá em seguida, mas a recíproca também é válida, isto é, ele pode pedir um aumento de aposta e aí dependerá se você aceitará ou não!

Deve-se lembrar que a Dama (Q) virá posteriormente do valete (J) exepcionalmente no game de Truco. Além desses valores fixos, a cada rodada uma carta retirada do baralho determina a carta mais forte do jogo, tal carta é denominada de Manilha , e frequentemente será a quantidade seguinte da tal carta retirada. Por exemplo: ao começar uma rodada o distribuidor das cartas vira uma carta na mesa de número 4, portanto as cartas de númro
Fonte: http://manualzinho.blogspot.com/2009/08/como-jogar-truco.html

Mão de ferro – no momento em que ambas as duplas estão com 11 pontos. Carta coberta – carta jogada virada (com a face voltada para mínimo), que não equivale nada. O lugar das cartas (da mais reduzido para superior): 4, 5, 6, 7, Q, J, K, A, 2, 3 O lugar dos naipes das manilhas (da abaixo para superior): ouro, espada, copas e paus. O Jogo eletrônico Depois de a distribuição das cartas, revela-se a carta do topo do monte – a Vira. Através dela, definem-se as manilhas, que são as cartas seguintes à vira, seguindo a série das cartas. Maneiras: se a vira for seis, a manilha é a 7; se a vira for 7, a manilha é a Q; se a vira for 3, a manilha é a 4. As 4 manilhas são as cartas que valem mais durante esta rodada, praticando a o lugar dos naipes das manilhas (nas cartas que não são manilhas o naipe não interessa). A seguir, começa-se uma mão, valendo 1 ponto. As mãos são feitas sucessivamente, até que uma das duplas chegue a 12 requisitos. A mão de 11 já começa valendo 3 pontos. Na mão de ferro, o jogo digital é jogado dela jeito, todavia os jogadores não têm possibilidade de considerar as suas cartas (“no escuro”).
Fonte: http://www.megajogos.com.br/jogosonline/truco/regras

E então, a fim de uma partida de truco?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como limpar vidros

Quem precisa cuidar da limpeza de sua própria moradia sabe quão difícil pode ser manter vidros de espelhos e janelas sempre muito bem limpos. Se você possui dúvidas sobre como limpar vidros em sua casa, não precisa sentir-se acanhado, afinal de contas, muitos possuem tal dúvida – mesmo aqueles que já o fazem há muito tempo, possuem muitas vezes dúvidas se estão fazendo-o da forma realmente correta.

Segundo o blog Mulher da UOL… Chaves orienta acompanhar três passos de asseio: primordial, utilize pouco de detergente líquido e neutro, em uma esponja macia levemente umedecida, para a remoção completo da sujeira mais pesada. Fabricado isto, com um pano macio, que não solte pelos, remova o acúmulo do desengordurante e seque o vidro. Em seguida, aplique o limpa-vidros para arrematar a pureza.
Fonte: http://mulher.uol.com.br/casa-e-decoracao/noticias/redacao/2013/07/13/veja-como-limpar-vidros-e-superficies-espelhadas-sem-deixar-manchas.htm

Isso parece ajudar bastante na limpeza, principalmente quanto à remoção de gordura e outras substâncias que podem se acumular sobre superfícies lisas.

Já o website Soluções Lucy Mizael comenta que… Limpar vidros é muito mais dado do que bastante população acredita. O grande lance é a técnica. Nada de deixar a água secar no vidro! Esqueça OS LIMPA VIDROS, caros! Use: panos limpos e bem secos e um pouquinho de detergente ou vinagre. A Solução LIMPA VIDROS Em um balde farto de água, acrescente uma colher de chá rasa de detergente ou modo copo de vinagre.
Fonte: http://solucoeslucymizael.com.br/limpeza-de-vidros-e-janelas/

Enfim, sempre se pode encontrar uma solução barata para algum de nossos problemas!

Já o website Bonde.com.br dá uma dica para tornar o processo mais rápido usando um borrifador: Misture quaisquer materiais na garrafa pouca com borrifador. Complete com água e misture bastante. (Com esclarecimentos Dicas de Mulher e Uol) Voltar Tamanho do texto Imprimir Enviar por E-mail Sugerir Pauta Comunicar Erro Abaixo, usuários do Facebook que comentaram demais novidades no Bonde Prefeitura deseja guiar Atos a pagar locação em Londrina Para defender atendente, jogador da NBA briga com Justin Bieber
Fonte: http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-32–20-20130715

Enfim, seja lá como você pretende limpar seus vidros, a escolha do material a ser usado, como será aplicado e em quanto tempo será secado pode influenciar e muito no resultado final!

Se você gostou deste artigo, que tal...

Como limpar piscina

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ler partituras

Se você é um dos muitos que gostariam de saber como ler partituras e assim tocar melhor seus instrumentos musicais, pode encontrar muita informação sobre esse assunto na própria Internet. Websites como o Cifras.com.br e AcademiaMusical.com.pt apresentam algumas informações básicas que podem interessar-lhe. Abaixo, alguns trechos selecionados desses e de outros websites que tratam sobre o assunto.

A extensão exata do tempo subordina-se à velocidade da música, porém regularmente se deve olhar a relação: 1 Semibreve = 2 Mínimas, 1 Semínima = 2 Colcheias, etc. Uma nota inclusive tem possibilidade de ser complementada por sinais como: Na partitura há cinco linhas e quatro espaços notórios e mais espaços e linhas suplementares superiores, para notas mais agudas, e inferiores, para notas mais graves.
Fonte: https://www.cifras.com.br/tutorial.htm?cod=como-ler-partituras_6

E você, amigo aprendiz do mundo da música não pode esquecer, claro, de comprar um bom caderno de partituras, que já possui as linhas pautadas para tal finalidade! Assim ficará muito mais fácil de escrever e posteriormente ler suas partituras.

A nota que divide as duas claves é o Dó central. Este Dó é de extrema essência na execução da partitura, corresponde à tecla de Dó central no piano, e diz-nos que é por meio dali que tocamos as notas com a mão direita ou com a mão esquerda. O Dó central é a nota com um traço entre as duas pautas A linha que vemos neste dó chama-se linha suplementar. De maneira que a pauta é feita exclusivamente com cinco linhas, e possuímos mais notas que as linhas e espaços juntos, se precisarmos de tocar notas mais agudas que a ultima linha e espaço da pauta,começamos a compor as notas com um traço e continuamos adiante, constantemente a por uma linha, um espaço, uma linha, um espaço.
Fonte: http://www.academiamusical.com.pt/mostrar.php?idd=23

Aqui, já são algumas lições para quem está aprendendo a ler partituras para tocar piano – muitas pessoas que buscam ler partituras o fazem por estarem aprendendo a tocar tal instrumento, mas é importante lembrar que partituras podem ser executadas em qualquer tipo de instrumento, até mesmo em uma gaita.

Sabendo que uma semibreve equivale 4 tempos, a mínima terá a metade do valor da semibreve e a semimínima terá metade do valor da mínima e consequentemente por diante.Veja o exemplo no desenho abaixo: Enfatizando o Dó central está no centro do seu teclado. É uma tecla branca antes de duas teclas pretas. Este Dó serve de ponto de partida para nomear e localizar as notas tanto da mão direta quão da mão esquerda.
Fonte: http://sites.google.com/site/violaogratis/como-ler-partituras

E abaixo um vídeo sobre o assunto publicado no YouTube, para sua apreciação:

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como evitar compras online fraudulentas?

Não precisa ir muito longe, aqui mesmo você pode encontrar muitos conselhos interessantes a fim de evitar cair no famoso “conto do vigário”. E se você não ignorá-los, se você realmente der atenção, eles podem lhe ser úteis, mas infelizmente podem também não ser suficientes. E se são importantes dicas sobre o que fazer para ter uma boa compra online, também são importantes dicas sobre como evitar que sua compra se transforme em um pesadelo. Essas dicas sobre como evitá-las podem, assim, ajudar-nos a evitar certas situações embaraçosas no futuro.

Há várias coisas do tipo “faça” e do tipo “não faça” por aí e analisaremos agora algumas das coisas que não devem ser feitas a fim de não entrar para as estatísticas dos que compraram e nunca viram o produto – ou mesmo coisa pior. Porque tão importante quanto saber que há ótimas oportunidades para comprar barato na Internet é saber o que evitar a fim de não ter dores de cabeça futuras.

Bem, se você realmente quer atingir seu objetivo, você não deveria:

1. Comprar em sites com má reputação. Sempre que possível, evite lojas virtuais que já possuem muitas reclamações (principalmente se em aberto) no ReclameAqui.com, uma vez que isso é um grande sinal de que você também terá problemas para receber seu produto. Se for realmente necessário, o melhor a ser feito é garantir ao menos que o processo de pagamento é tão seguro quanto for possível.

2. Comprar em sites que não usam meios de pagamento seguros. Tão certo quanto 2 2 são 4, você deve evitar sites que não empregam meios de pagamento como o PagSeguro, PayPal ou via sistema do próprio cartão de crédito Visa/MasterCard. Algumas lojas dizem trabalhar somente com depósitos em conta corrente, mas tal forma de pagamento é a mais difícil de conseguir o dinheiro de volta, caso aquela empresa não honre a venda.

3. Comprar em sites com preços “baratos até demais”! E estou certo de que você concordará comigo, pois “quando a esmola é demais, o santo desconfia”. Conheço pessoas que preferiram “pagar para ver” e, no fim das contas, não receberam aquilo que compraram. Nessas situações, o melhor a ser feito é analisar várias e várias vezes a reputação da empresa na web antes de fazer qualquer tipo de decisão – às vezes você pode estar diante de uma grande oportunidade, mas precisa cercar-se por todos os lados para não se arrepender mais tarde!

Agora você já conhece esses três “pecados” dos quais deve afastar-se, avaliando bem os prós e contras de cada decisão, e mesmo que não concorde com algumas observações aqui feitas, reflita a respeito e provavelmente você concordará depois!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como calcular férias

Quando o assunto é calcular férias, há duas situações em que isso importa: quando se é empregado de alguma empresa e já se completou o primeiro ano de trabalho na mesma (quando então começamos a negociar nosso período de férias) e quando já não se é mais empregado de uma empresa, isto é, acabamos de ser demitidos e gostaríamos de saber quais serão nossos direitos ($$$).

Geralmente as pessoas estão interessadas em saber como calcular férias no sentido de receber o direito no caso de demissão. Se este é o seu caso, resumidamente se trata de valor proporcional ao período trabalhado (isto é, se trabalhou 6 meses então possui direito a 50% de férias) um terço desse valor, no caso da empresa estar demitindo-o. Simples assim! Abaixo, um pouco da discussão que está rolando por aí:

As férias são calculadas conforme o período de emprego passado no estabelecimento. Pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), você adquire o direito a férias depois de completar 12 meses na companhia. Após isso, a empresa terá mais 11 meses para lhe conceder essas férias. De maneira que na circunstância do 13º salário, igualmente no cálculo de remuneração de férias são deduzidas as contribuições pagas ao Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), do mesmo modo que o IRRF.
Fonte: http://www.calculador.com.br/calculo/ferias

O preço do abono pecuniário precisa ser projetado em cima da rendimento das férias sem demora acrescidas do terço constitucionalmente provado. Férias em dobro – Assim que acontecer remuneração em dobro, face a não concessão das férias no período legal, o abono pecuniário igualmente será em dobro, compreendendo em vista que a base de cálculo é o salário das respectivas férias. Recibo de remuneração do abono – O preço correspondente ao abono pecuniário precisará constar do recibo de férias, na rubrica adequada.
Fonte: http://www.calcule.net/calculos.trabalhistas/calculo.de.ferias.a.php

[...] momento que é adquirido o direito de férias. Para presumir as férias vencidas necessita-se ter noção de estimar as férias padronizadas – férias pagas no período correto. O preço a ser pago pelas férias vencidas é o dobro do [...]
Fonte: http://comocalcular.com.br/como-calcular/como-calcular-ferias

Enfim, se a empresa está devendo-lhe suas férias ou se você foi demitido e precisa calcular seus direitos trabalhistas, agora já tem uma noção de como fazê-lo – ou pelo menos sabe aonde buscar tal informação!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como calcular IMC

Quem vive em pé de guerra com a balança sabe bem do que se trata o IMC, já quem não vive talvez tenha só uma leve curiosidade de saber do que se trata e como calculá-lo. Enfim, não importa por que você chegou aqui, se deseja saber como calcular IMC precisa compreender a regra básica: peso em kg dividido pela altura em metros ao quadrado. Basicamente isso. Mas será que é tão simples assim? Será que varia de acordo com idade, gênero ou outra coisa mais? Vamos ver o que estão a dizer por aí!

Para infantes e jovens (de seis a quinze anos), a estimativa do Índice de massa corporal obedece outra tabela. Que são as limitações do Índice de massa corporal? – O Índice de massa corporal tem capacidade de argumentar transformações, resultando de razões de forma que a execução de práticas esportivas… A contagem do Índice de massa corporal é distinta para mulheres e homens? – Não, o Índice de massa corporal se calcula igual para homens e mulheres.
Fonte: http://www.calculoimc.com.br/

Sua massa corporal está correta à altura. É valioso conservar a rigorosa rotina dietética e o trabalho físico. Fique cuidadoso se por acaso esteja perto dos fronteiras para os estágios de Mínimo Peso corporal ou Sobrepeso. Seja sempre prudente! Para medir a circunferência abdominal, ponha a fita métrica na altura do umbigo.
Fonte: http://drauziovarella.com.br/obesidade/imc/

Use este instrumento para deduzir se a sua massa corpórea é proporcional à sua altura. É bem veloz de se fazer isso, confira! Compartilhar Máquina de calcular de Índice de massa corporal. Você entende de que se trata o Índice de massa corporal? Índice de massa corporal é a sigla de IMC. Através do cálculo do Índice de massa corporal pode-se conhecer caso você esteja com a massa normal, acima ou abaixo do confiado para a sua altura.
Fonte: http://saude.ig.com.br/calculadoraimc/

Enfim, para calcular seu IMC você só precisa conhecer seu peso e sua altura e, em poucos instantes, saberá se encontra-se na normalidade, com sobrepeso ou risco de obesidade!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS