Archive for Finanças

Investimentos em ações da Petrobrás: Valem a pena?

O preço das ações da Petrobrás já se encontra muito abaixo daquele praticado há alguns anos atrás. E todos nós sabemos quais são as diversas causas, a maioria delas de ordem política, mas como não estamos aqui para falar a respeito de governo e sim de investimentos, vamos focar no que realmente importa: esse é o momento certo para investir em ações da Petrobrás? E vale a pena investir nela?


Considerando-se o histórico da empresa, vale a pena investir na mesma, afinal de contas trata-se de uma empresa de grande porte com grandes reservas naturais para explorar e que apresenta um histórico de crescimento notável ao longo dos últimos 20 anos. Somando-se a isso o fato de que as ações já perderam cerca de 70% de seu valor, é bem provável que quem compre ações dela hoje tenha um bom retorno financeiro na forma de valorização das mesmas ao longo dos próximos anos.


Entretanto, é importante frisar que não se sabe ainda até onde foram os estragos causados na mesma por má administração, além disso foi rebaixada quanto ao nível de risco de investimento há pouco tempo, o que pode significar novas quedas nos preços das ações. Assim sendo, o melhor neste momento é esperar mais um pouco, pois o preço de suas ações podem cair ainda mais e é importante ter uma visão mais clara de quanto tempo ela precisará para recuperar a valorização de suas ações.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Ser rico ganhando um salário mínimo?


Quem nunca leu em alguma revista ou viu na TV uma matéria sobre alguém que ficou rico ganhando um salário mínimo? Essas histórias, por mais que pareçam inacreditáveis, são plausíveis, sim, entretanto, em um mundo onde a todo momento somos despertados para o consumo, pode ser bem mais difícil do que a televisão ou a revista querem que pensemos que é ficar rico assim, ganhando pouco dinheiro.


Suponhamos que você tente economizar R$ 100 por mês, ao longo de sua vida. Sem caderneta de poupança ou outro tipo de investimento para fazer seu dinheiro crescer. Serão necessários 10.000 meses para alcançar a quantia de um milhão de reais. Quanto é isso em anos? Nada mais nada menos que 833 anos e 4 meses. E aí, vai esperar?


Sim, eu sei, se usar os juros compostos dos investimentos financeiros a seu favor poderá alcançar tal resultado de forma muito mais rápida. Nós mesmos já falamos sobre isso aqui (você pode ler em Como conseguir meu primeiro milhão de reais?), mas o que eu quero apontar aqui é que, ganhando somente um salário mínimo, suas chances de alcançar a mágica quantia de um milhão de reais não são muito grandes – principalmente se você quer aproveitar-se desse dinheiro ainda nessa vida! Sendo assim, a melhor forma de alcançar tal intuito é aliar isso a um plano de progressão em sua carreira.


Com um bom plano de carreira, você pode progredir muito mais rapidamente, aumentar seu salário e assim investir mais visando seu futuro. E, claro, se você quer um dia ter uma aposentadoria tão feliz quanto a de um milionário, precisa planejar e agir ainda hoje!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Mude suas finanças mudando suas atitudes

Se você precisa transformar sua situação financeira, você pode estar deprimido com o que você não tem atualmente. Em vez de focalizar os aspectos negativos, pode servir-lhe aprender a poupar e começar a melhorar suas finanças imediatamente. Antes que você possa sequer pensar em mudar a maneira de gerenciar suas finanças, você precisa gerenciar a sua atitude para que você não fique muito embrulhado em considerações financeiras e não negligencie outras áreas importantes da sua vida.

Sua saúde física e mental são considerações importantes quando você está tentando melhorar suas finanças. Muitas pessoas ficam estressados olhando para o número de contas que têm que pagar. Esforçam-se mais do que elas são fisicamente capazes, a fim de resolver problemas financeiros. Por exemplo, algumas pessoas podem ter um segundo – ou até mesmo um terceiro – emprego, deixando pouco tempo para a família, enquanto outros se esgotam tentando obter crédito para que eles possam usá-lo para pagar outros empréstimos. Outras pessoas podem gastar todo o seu tempo livre revisando suas contas, lendo sobre a gestão financeira ou procurando opções para poupar dinheiro.

Sair de seu equilíbrio dessa maneira não é saudável tanto física quanto mentalmente. Fisicamente, você vai cansar-se e tornar-se doente – e se você acabar no hospital, você terá mais problemas financeiros além de seus problemas de saúde. Mentalmente, concentrando-se muito sobre as finanças, especialmente se você se concentrar em quanto dinheiro você precisa e não tem, pode deixá-lo sentir-se deprimido e impotente. Você não será capaz de fazer muitas mudanças positivas se você estiver se sentindo para baixo, com raiva ou chateado com sua situação financeira atual.

Tente agendar um horário para as suas atividades de gestão financeira. Limite o seu estudo de suas finanças para os horários programados de modo que você não fique pensando em finanças 24 horas por dia. Isso pode realmente ajudar você a ficar em equilíbrio e evitar sentimentos negativos como a depressão.

Mude suas finanças

Aproxime-se da gestão financeira de uma maneira que você goste. Quanto mais você se concentrar em aspectos negativos, mais você terá pavor de suas sessões de gestão financeira, e isso irá interferir em sua capacidade de resolver problemas financeiros e seguir em frente. Em vez disso, você precisa fazer tornar divertida a hora da gestão financeira. Permita-se algum tempo para sonhar com uma vida financeira mais estável. Pense em seus objetivos financeiros e no que você vai fazer com o dinheiro extra que você começará a economizar.

Em um nível mais prático, a melhor maneira de manter-se motivado para melhorar suas finanças é a criação de uma conta de recompensas para si mesmo. Recompense-se toda vez que receber um salário, depositando R$ 20,00 a R$ 50,00 nessa conta. Faça isso antes de fazer qualquer outra coisa para que você possa manter-se motivado. Você pode querer usar esse “dinheiro-recompensa” para comprar um pequeno presente de vez em quando, em vez de poupar para recompensas maiores o tempo todo.

Há uma abundância de coisas práticas que você pode fazer para melhorar suas finanças, mas nenhuma delas vai ajudá-lo até você mudar sua atitude. Aproxime-se das suas finanças com um ambiente descontraído, uma mente mais aberta e logo você estará ansioso para experimentar novas ideias e criar mais prosperidade para si mesmo.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Oportunidades para ganhar dinheiro online em 2015

Entra ano e sai ano, uma das coisas que as pessoas mais buscam na Internet são meios de utilizá-la para terem um bom proveito e conseguirem ganhar algum dinheiro. Apesar de não ser esta uma “missão impossível” (muito pelo contrário, está bem longe disso!), é importante que se tenha bastante atenção a fim de não acabar enganado por algum charlatão que somente quer o seu dinheiro!

Sobre ganhar dinheiro em um negócio online

O pensamento popular é “estude, arranje um bom emprego e aposente-se“. Mas talvez você não deseje uma vida assim, tão limitada. Talvez você queira ter a oportunidade de criar seu próprio caminho e, para isso, você precisará encontrar um novo jeito de ganhar dinheiro e realizar seus objetivos.

Um caminho é por meio de um negócio próprio. Quantas pessoas você conhece que possuem seu próprio negócio e estão felizes com essa decisão? Claro, há aqueles que não estão, preferiam ter um emprego estável e sossegado. É preciso ter realmente um perfil empreendedor para sentir-se bem com o seu próprio negócio.

A Internet está criando muitas oportunidades de negócio online e você deveria aproveitá-las para ganhar o seu próprio dinheiro. Ter um negócio online pode ser uma oportunidade muito boa, desde que você esteja na oportunidade certa, na hora certa e com conhecimentos e recursos certos. Se este não for o seu caso, então talvez você precise planejar e preparar-se melhor.

Negócios online estão quase tornando-se “moda” (e é isso que me preocupa, pois tudo que vira moda acaba sendo deturpado, distorcido), uma opção de novo estilo de vida ou de renda extra para muita gente. Muitos estão faturando bem com isso, mas claro, como comentei, é preciso que a oportunidade seja realmente boa e na hora certa.

Eu mesmo tenho alguns negócios online e estou bem certo de que são boas formas de ganhar dinheiro – mas quem pensa que se ganha muito dinheiro rápido e com pouco esforço está muito enganado, pois se trata de um negócio como outro qualquer e o retorno financeiro depende de quão bem você atenda às necessidades de um determinado público-alvo.

No passado, a concorrência no mundo dos negócios online era menor, mas hoje, com o crescimento populacional cada vez mais visível, aumento do número de pessoas que frequentam a web, disseminação de informações mais facilitada, muitos serviços oferecidos como “freemium” e problemas de desemprego causados pela recessão econômica, a concorrência está maior e a tendência é tornar-se ainda mais acirrada – de tal forma que, quem deseja atuar no “mercado online” deveria começar o quanto antes, pois quanto mais o tempo passa, mais difícil e concorrido será.

Ter um negócio online, como foi comentado anteriormente, está cada vez mais difícil, afinal de contas, muitas informações estão hoje disponíveis online – muitas delas até mesmo errôneas, o que acaba por prejudicar a credibilidade daqueles que trabalham com informação na web.

Se ainda é rentável? Se há realmente dinheiro envolvido nisso? Com certeza! Não acompanha as notícias, não vê o mercado bilionário que são as compras coletivas e outros sistemas de e-commerce? Educação à distância está cada vez mais “na moda” também e muitos estão procurando a mesma para não somente preparar-se para concursos, mas até mesmo para cursos de nível superior.

Ficou com vontade de participar? O primeiro passo, então, é conseguir encontrar informação útil, realmente de qualidade. Certos cursos poderiam ajudá-lo, mas é preciso tomar cuidado para não acabar por escolher o curso errado – procure algo sobre uma oportunidade de negócio em um ramo que o interesse, em que goste de atuar.

Eu, por exemplo, gosto de ligar com informação, escrever, falar para outros. E é por isso que prefiro trabalhar com blogs a e-commerce diretamente, mas há outros que preferem esta última opção (muitas vezes até faturando bem mais do que eu). Quando você encontrar o negócio certo para você, tudo será um pouco mais fácil.

Entretanto, não pense que será demasiadamente fácil. Ganhar dinheiro com blogs, por exemplo, já esteve em alta, sendo procurado por muitos. Hoje, está com uma importância um pouco menor. Entretanto, se você construir o seu negócio em torno de uma oportunidade real, não importa que tipo de negócio seja, o sucesso é quase garantido (claro, ainda dependerá de seu empenho e da concorrência!).

Há, claro, várias oportunidades – e você tem todo direito de experimentar cada uma delas. Mas, evite o erro que muitos cometem, pulando de uma oportunidade para outra antes mesmo que a anterior tenha conseguido algum resultado, caso contrário, você acabará somente perdendo dinheiro.

Bem, agora vamos falar especificamente sobre a oportunidade de ganhar dinheiro com blogs…

Ganhar dinheiro com blogs

Há várias formas possíveis para ganhar dinheiro com blogs, mas isso dependerá do tipo de conteúdo abordado pelo blog. Um dos tipos de blog bastante populares é o blog de downloads, que é um blog que lista inúmeros arquivos para baixar. Esses arquivos podem ser desde e-books a vídeos.

Infelizmente, um grande problema que tal tipo de blog vem tendo é porque muitos webmasters criam tais blogs a fim de divulgar e distribuir arquivos ilegais, contendo conteúdo com copyright violado. Isso tem feito muitos mecanismos de busca e autoridades fiscais olharem para tais tipos de blogs e websites com “maus olhos”. Quem desenvolver tal tipo de negócio, então, precisa estar bastante ciente quanto à importância de encontrar-se na legalidade da atividade, distribuindo e indicando somente material que não infringe copyright, caso deseje ver seu negócio amadurecer e perdurar nesse mercado.

Se o seu blog encontra-se totalmente dentro da legalidade, você poderá ter sua própria conta Google Adsense e passar a exibir publicidades no mesmo. Mas atenção, evite o uso de Google Adsense em seu blog caso o mesmo esteja a infringir algum dos termos de tal programa, caso contrário sua conta poderá ser excluída! Além disso, Google Adsense funciona melhor em blogs informativos, com conteúdo textual.

Uma outra possibilidade para rentabilização de blogs de downloads é por meio de programas de afiliados de websites de compartilhamento de arquivos. Praticamente todos os websites de compartilhamento de arquivos possuem algum tipo de programa de afiliados, onde o publisher poderá ganhar a partir do número de downloads que cada arquivo tiver – o preço pago depende da origem do download.

Outra oportunidade para ganhar dinheiro online em 2015 será o e-commerce, que vem crescendo exponencialmente a cada dia.

E-commerce

Sabe o que é e-commerce? Você está buscando alguma sugestão de negócio na web? Desta forma agora vamos oferecer a você a ideia de o que é um e-commerce.

Uma site de e-commerce ou loja virtual trata-se de um site que propõe diversos produtos aos consumidores online, geralmente da seguinte maneira: o comprador decide por um item e o põe no carrinho de compras e depois disso opta por seu meio de pagamento preferido e depois de algum tempo tem a ratificação da compra e em uns dias recebe o que quer em sua moradia.

Mas lembre-se que os clientes estarão a navegar na internet e não irão olhar apenas uma loja, vão buscar preços para localizar a loja com custo x benefício e qualidade, sendo assim é fundamental oferecer o máximo possível de qualidade por meio de seu comércio virtual.

O mercado

Este ramo cresceu bastante e uma infinidade de pessoas têm pensado bastante em começar um negócio nesse universo de compras e vendas, porém antes de acionar um empreendimento é meritório investigar clientes, competição e fornecedores para abranger um excelente preparo do empreendimento.

Precisa-se criar um estratagema antes de engrenar seu projeto na internet, e lembre-se que uma loja virtual não carece ser um grande espaço podendo ser usado até um cômodo de sua casa para estocagem, e é bom ter um computador com conexão banda larga, telefone e com certeza, software de administração e edição de sites.

E para ter um negócio realmente bom na web é bastante valioso cuidar da segurança no envio e recebimento de dados dos clientes. Consiga um bom domínio para seu negócio e utilize-se de sistemas de pagamento seguros como o PagSeguro e o PayPal.

Bem, por fim, vou introduzir o tema do uso das publicidades como estratégia de marketing para seu negócio e, assim, alavancar seus ganhos em 2015!

Publicidade e Google Adwords

É bem presumível que você esteja ciente sobre o sistema de publicidades Adwords, com publicidades em grande gama de websites – porém é provável que você não conheça ainda quão benéfico ele pode ser para o seu negócio. Quem ignora o poder de tal sistema publicitário estará por desperdiçar uma oportunidade que poderia triplicar o seu faturamento – se feito de forma adequada!

Um dos fatos que torna tal programa publicitário interessante é que suas propagandas são visualizadas em inúmeros lugares na internet e você não pagará muito caro, pois você pagará pelos cliques que a mesma receber e não pelo número de visualizações dela, sendo assim bem mais seguro e relevante para o anunciante. Então o que vale aqui não é se seu anúncio foi visto em mil lugares, e sim em quantas ocasiões foi clicado. O que você ganha então são visitantes seriamente interessados nos produtos que você oferece.

O preço do clique no programa da Google, porém, tem capacidade de não ser sempre igual, já que o dito considera dois pontos, a respeito dos quais falaremos agora. Os dois parâmetros incluídos em seu cálculo são os lances de cada anunciante e quão relacionada a página de destino está com a palavra-chave “leiloada”. Vamos supor que quatro anunciantes desejem propagandas vinculadas a uma mesma palavra-chave, todos receberão scores de qualidade individuais, em outras palavras, uma pontuação que aponta a afinidade entre seu negócio e aquela palavra-chave. Multiplica-se então o valor do lance feito pelo anunciante no leilão pelo score do mesmo, obtendo-se um valor para cada qual. Pegue a pontuação obtida para aquela palavra-chave e divida pelo score de um anunciante e você saberá qual o valor que ele deverá pagar por clique! Consequentemente, menores valores por clique são concedidos aos anunciantes que busquem desenvolver a qualidade de seu negócio e mantê-lo alinhado aos anúncios e palavras-chave empregadas em suas campanhas.

Um equívoco que frequentemente o indivíduo que está iniciando comete é esquecer de configurar o limite máximo que quer gastar com seus anúncios diariamente – sem tal limite, é provável que você gaste muito mais do que deseja em um único dia e isso será mais dispendioso do que se planejava, portanto é importante estar bem atento ao orçamento diário!

Teste e avaliação são muito importantes aqui, isto é, você precisa testar tudo (palavras-chave, orçamento diário, página de destino) e aferir as consequências de cada alteração visando discernir qual a melhor forma para conseguir uma boa conversão. É bastante possível que, amanhã, você perceba palavras-chave melhores do que aquelas utilizadas hoje, então não pode acomodar-se só porque já está a ter um bom retorno! Não se esqueça, obviamente, de equiparar o retorno aqui obtido aos provenientes das demais táticas de marketing que você aplicar, claro.

Enfim, blogs e e-commerce são somente duas das muitas oportunidades para ganhar dinheiro online em 2015 e pretendo falar sobre muitas outras aqui, em nosso blog, então é só ficar atento aos nossos próximos artigos!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Você está devorando seus sonhos?

Pense no seguinte cenário: uma pessoa reclamando que não consegue economizar dinheiro suficiente para cumprir algum sonho (comprar uma casa, quitar o financiamento do carro, fazer uma viagem, economizar para a faculdade do filho etc.), mas que ao mesmo tempo não abre mão de sair todas as semanas para comer em algum lugar fora de casa, que paga por TV a cabo e outras coisas mais? É, meu amigo, se você conhece alguém assim (ou se for você essa pessoa!), saiba que ela está devorando seus sonhos lentamente, em um processo tão lento e quase imperceptível que ela jamais culpará seus próprios atos pelo fato de nunca ter dinheiro suficiente – provavelmente a culpa será de seu salário que é muito baixo, dos impostos muito altos etc.


Muitas pessoas não querem aceitar o fato de que “pequenos luxos” que mantêm são responsáveis pela falta de dinheiro para o cumprimento de coisas maiores, mas sem a percepção disso e uma mudança de comportamento, é bem provável que elas cometam os mesmos erros por toda a sua vida. Assim sendo, elas precisam de uma sacudida para perceberem que precisam mudar suas atitudes se quiserem resultados diferentes!


Se você é esse tipo de pessoa, não importa quantos textos ou livros sobre finanças você leia, enquanto não mudar sua atitude quanto a como você gasta o seu dinheiro hoje, jamais alcançará seus objetivos. Assim sendo, que tal eu lhe propor um exercício bem fácil? Durante dois ou três meses, tome nota de todo dinheiro que você ganha e de tudo em que gasta. Faça uma planilha com todos esses dados. Depois disso, pergunte-se: o que eu posso fazer hoje para reduzir pelo menos 10% dos meus gastos mensais?


Assim, após três meses coletando dados sobre seus gastos hoje, siga os próximos três meses tentando reduzir 10% dos gastos totais a cada mês. Se fizer isso corretamente, terá reduzido 27,1% dos gastos após aqueles três meses. Consegue imaginar tudo o que você pode fazer com aqueles 27,1% que irá permanecer em sua conta bancária a cada mês? Isso pode significar o pontapé inicial para a aquisição de sua casa dentro de seis meses ou mais, por exemplo!


Bem, se você está devorando seus sonhos, é melhor parar esse vício agora mesmo e ter uma postura diferente quanto a como você gasta seu dinheiro. Não há outro momento melhor para uma mudança de consciência do que HOJE!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Erros na gestão financeira mais cometidos aos 30 anos

O site Get Rich Slowly publicou um artigo interessante, sobre os erros que mais cometemos ao gerir nosso dinheiro na casa dos 30 anos. O artigo apresenta o ponto de vista de uma mulher casada que trabalha e é mãe de uma criança e apresenta suas reflexões a respeito do nosso perfil como consumidor que assumimos a partir dos 30 anos – principalmente quando já estamos casados e temos um ou mais filhos.


Um trecho interessante do artigo: Now that spring is here, I went shopping to look for new clothes for my daughter. After a while, my husband looked at all the stuff and asked me, “Don’t you think you’re going a little overboard here? Why so much stuff?” I started to justify why we needed each item. And after a bit, I realized I was actually repeating myself: “Well, this looks pretty. And this is very pretty.” I could see the look on my husband’s face. I just stopped. I had to admit that she only needed half of what I was going to purchase. She is a baby after all; she doesn’t care about being pretty, only about being comfortable. Uh-oh, I am making new money mistakes!


Tradução (minha): Agora que a primavera chegou, fui comprar roupas novas para minha filha. Depois de um tempo, meu marido olhou todas aquelas coisas e perguntou-me, “você não acha que exagerou um pouco? Por que tanta coisa?”. Eu comecei a justificar por que nós precisávamos de cada item. E depois de um tempo, percebi que eu estava na verdade repetindo: “Bem, isto parece bonito. E isso é muito bonito.”. Eu pude ver o olhar do meu marido e parei. Eu tinha que admitir que ela somente precisava de metade do que eu estava comprando. Ela é um bebê depois de tudo; ela não se importa se é bonito, apenas de é confortável. Oh, eu estou cometendo novos erros com o meu dinheiro!


Resumidamente, os erros que o artigo aponta são:


1. Comprar muito para seus filhos;


2. Não falar sobre finanças com seu marido/esposta;


3. Acumular débitos de compras;


4. Comprar uma casa ou carro mais caro do que precisa;


5. Manter um estilo de vida mais caro do que pode;


6. Não reavaliar periodicamente seus objetivos de aposentadoria;


7. Não prestar atenção no desempenho de seus investimentos;


8. Negligenciar ou por muita importância na educação de seus filhos;


9. Voltar à faculdade por uma razão errada;


10. Não diversificar seu rendimento.


Se gostou do que leu aqui (e sabe ler inglês), não deixe de ler o artigo original.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Posso ganhar dinheiro com jogos de cartas?

Você já deve ter lido por aí que é possível ganhar dinheiro das formas mais inusitadas possíveis. E sim, isso é realmente verdade – há gente até mesmo ganhando dinheiro apenas tirando e publicando fotos de gatos na Internet! Bem, mas talvez você não tenha um gatinho tão bonito ou engraçado em casa e procure uma outra forma de ganhar dinheiro, não é mesmo?

Bem, você pode ganhar dinheiro de outras formas, por exemplo, por meio de jogos de cartas. Vale lembrar aqui, claro, que há dois tipos de jogos de cartas: jogos com o baralho tradicional (aquele com naipes e números) e os jogos com cartas colecionáveis. Vamos falar um de cada vez…

Então suponha que você é um expert nos jogos com baralho. Poker, truco e tantos outros jogos são brincadeiras de crianças para você… Ótimo! Você pode ganhar um bom dinheiro então ensinando a outras pessoas como jogar bem tais jogos ou participando de torneios pagos. Jogos de poker, por exemplo, muitas vezes envolvem prêmios em dinheiro, o que explica por que há pessoas interessadas em pagar para aprender a jogar com você. Além disso, mesmo se não quiser cobrar delas diretamente, pode ganhar por meio de publicidades divulgadas em seu website – o Google Adsense permitiu há pouco tempo categorias relacionadas a jogos de azar no seu sistema de anúncio, então isso deveria trazer uma nova oportunidade para você.

Por outro lado, talvez você prefira jogos de cartas colecionáveis. Aqui, talvez não haja tantos torneios online aonde você possa ganhar um bom dinheiro, mas você pode faturar bastante por meio de anúncios em seu website ou venda de produtos afiliados relacionados do site da Amazon, Ebay ou outro. E você terá uma boa vantagem quanto a isso: geralmente, jogadores de jogos de cartas colecionáveis (TCG), estão dispostos a pagar para adquirir aqueles produtos visualizados em seu website, se seus preços estiverem dentro de seus orçamentos e se tratarem de itens relevantes para eles.

Assim sendo, caso você curta algum jogo de cartas colecionáveis, como Magic ou Yu-gi-Oh, que tal criar seu próprio blog ou website, começar a falar de suas estratégias de jogo, e observar os resultados?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Erros que você não deve cometer aos 20 anos com o seu dinheiro

Se você tem 20 (ou 23, ou 25!) anos, parabéns! Você se encontra na melhor idade para planejar, arriscar-se e fazer as coisas acontecerem! Então sonhe, planeje e arrisque-se tanto quanto puder, mas mesmo quando falamos em riscos, há alguns deles que devem ser arriscados, pois já se conhecem os efeitos catastróficos dos mesmos.


Um primeiro erro clássico é usar o cartão de crédito muito mais do que deveria. É claro que bancos, crediários e demais instituições financeiras querem convencê-lo de que você precisa do último par de tênis lançado, da camisa que está na moda, do jeans que aquele ator usou em uma cena da novela etc. Mas o que eles não lhe explicam é que quando você não puder mais pagar em dia todas as suas faturas começará a pagar juros absurdamente altos – e é aí onde eles ganham um bom dinheiro, isto é, o seu dinheiro!


Então o primeiro passo é evitar cair na armadilha do crédito, buscar comprar sempre à vista, deixando o cartão de crédito somente para as compras essenciais que não podem ser pagas de uma vez só. Além disso, quanto menos contas forem para o seu cartão de crédito, menor será seu susto cada vez que chegar a fatura.


Outro erro cometido por quase todos é não planejar um fundo de emergência. Um fundo de emergência é uma poupança onde você deposita um pouco do seu dinheiro todo mês (por exemplo, 10% do seu salário) a fim de ter algum dinheiro sempre com você para o caso de uma emergência ou no caso de compras de valor mais alto (como uma geladeira ou o reparo de seu carro) a fim de não as pagar com o cartão de crédito. O ideal é que seu fundo de emergência tenha pelo menos o correspondente a quatro vezes o que você gasta por mês (mais ainda, caso você seja um profissional autônomo)!


E o último erro que comentaremos aqui é quanto a comprar mais do que deveria. Se você é solteiro(a) e possui menos de 30 anos, aparentemente o céu é o limite e você quer comprar tudo aquilo que você vê na TV. Entretanto, isso não é um hábito saudável – geralmente leva a acúmulo de dívidas e dificuldades na vida familiar gerada pelos problemas financeiros. Além disso, com o tempo, você se sentirá frustrado todas as vezes que lembrar daquela roupa ou aparelho que comprou e nunca usou mais do que uma ou duas vezes, enquanto teve que abrir mão de fazer uma viagem ou de livrar-se das dívidas do cartão por causa disso.


Estamos certos de que esses três erros não são os únicos, mas com certeza estão entre os mais comuns. Evite-os e você terá uma vida mais equilibrada financeiramente.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Três razões para investir

Começar a investir é muito simples, mas por algum motivo, muitas pessoas tentam evitá-lo. Alguns deles pensam que podem perder dinheiro e os outros acreditam que é perda de tempo. No entanto, o investimento é uma das melhores coisas para fazer com seu dinheiro e você pode ver agora porque é tão importante.

Razão # 1 – O seu dinheiro trabalha para você

Vamos falar francamente: ninguém quer trabalhar toda a vida e planos de aposentadoria não são tão bons agora, então é hora de procurar novas maneiras de ganhar mais dinheiro e garantir a sua qualidade de vida, você não concorda? E uma das maneiras é aplicar seu dinheiro em investimentos seguros.

Razão # 2 – Você vai aprender muito sobre os investimentos

Você pode ler vários livros, mas nenhum deles pode ensinar tão bem como experimentando investimentos reais. Será o seu dinheiro ali, então você vai ter mais atenção, é claro!

Razão # 3 – Pode ser divertido!

Você pode pensar que estou louco, mas é verdade: investir pode ser um jeito divertido de ganhar dinheiro, aprender mais e obter boas ideias para novas formas de ganhar dinheiro.

Conheço pessoas que preferem aplicar seu dinheiro em mercado de ações em vez de apostas em cavalos ou loteria. Gosto de falar de investimentos e investir, é claro. Então, se você não acreditar que você pode ganhar dinheiro com investimentos, você deve tentar – há muitos tipos, desde a caderneta de poupança a forex trading on-line. Escolha uma, estude e começar a investir!

Investir é mais do que somente lidar com números – trata-se de uma das diversas estratégias que se pode adotar em conjunto com outras a fim de ganhar dinheiro. Se ainda estiver dúvidas sobre o assunto, pode procurar algum manual do investidor e aprofundar-se mais no assunto!

Então, pronto para investir?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Qual o valor mínimo para começar a investir em ações?

Antes de mais nada, precisamos esclarecer que não há valor mínimo para começar a investir em ações. É fato. Entretanto, há custos envolvidos com as operações de compra e venda de ações, de tal forma que pode ser interessante ao investidor iniciante calcular o quanto deveria ter investido a fim de que o rendimento das ações seja suficiente para pagar tais custos e ainda terminar com valor positivo.

É interessante que todos sabem disso: gerentes de banco, consultores financeiros, etc. Entretanto, geralmente limitam-se a repetir somente a primeira afirmação: não há valor mínimo para começar a investir em ações, esquecendo-se de comentar a respeito dos gastos que estão envolvidos com as operações e custódia das ações.

Para identificar o melhor valor mínimo, você pode levar em consideração o custo das operações de compra e venda das ações, bem como o custo de custódia que o agente de custódia lhe indicará. Tais custos variam de acordo com a instituição financeira que manterá a custódia das suas ações.

Se bem me lembro (já faz algum tempo que perguntei isso por lá e não estou encontrando agora na web, posso estar enganado quanto a valores), no Banco do Brasil a custódia fica em torno de R$ 9,00 por mês e, se feitas pela Internet, sai em torno de R$ 20,00 por operação. É a forma mais barata segundo o BB, pois o valor da operação, quando feito pela agência, varia de acordo com o montante a ser operado, enquanto que pela Internet o valor é fixado.

Pois bem, se nosso objetivo é manter esse dinheiro por lá durante um ano, teremos então um gasto de R$ 9,00 x 12 (custódia por 12 meses) + R$ 20,00 (compra) + R$ 20,00 (venda) = R$ 148,00. Isso mesmo, só pela custódia e uma operação de compra e uma operação de venda, estaremos gastando cerca de R$ 148,00. Isso dá aproximadamente R$ 16,44. Alguém mais ávido pode já ter percebido que quanto mais tempo essa ação permanecer lá, “parada”, maior será o custo total, porém menos estaríamos “gastando por mês”, já que o valor de custódia é menor do que o valor da operação. Ressalto isso pois investimentos em ações a longo prazo beneficiam-se disso. 😉

Bem, devemos então procurar quanto seria o imposto de renda também. Como estamos em busca do “valor mínimo”, provavelmente não pagaremos imposto (o mesmo deve ser pago quando as operações de venda em um mês somarem R$ 20.000,00, alíquota de 15%).

Se nós aplicarmos R$ 3.300,00, esperando um rendimento mensal de 1% (perceba que, agora, eu preciso estimar um valor de rendimento mensal que acredito ser tangível mesmo se as coisas não estiverem muito boas), após um ano teríamos R$ 3.718,52, reduzindo os gastos com operações e custódia, percebemos que obtivemos um lucro de R$ 270,52, isto é, rendimento de aproximadamente 8,19% a.a., superior ao rendimento da caderneta de poupança no ano de 2008. Obviamente, não vamos investir em algo mais arriscado e esperar ganhar menos que em uma opção mais segura, sendo assim, para os valores aqui aplicados, R$ 3.300,00 seriam suficientes para garantir os gastos e ainda obter rentabilidade líquida acima da poupança.

Em minha opinião pessoal, as aplicações em ações deveriam ser feitas somente quanto a pessoa dispuser de R$ 4.000,00 a R$ 5.000,00 para aplicar e não houver problemas se, no curto ou médio prazo, as mesmas sofrerem forte desvalorização. Se você acredita que esta é a sua situação, então você já dispõe não somente do valor mínimo para começar a investir em ações, mas também de um perfil mais arrojado que o permita fazer isso. 😉

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS