Dicas de como investir em fundos de investimento

Atualmente a economia está se recuperando a bons passos e muitos querem saber como investir em fundos de investimento de forma a melhor aproveitar a situação e ter um bom retorno financeiro. Antes de mais nada, precisamos compreender algumas coisas…

Apesar de muito ouvirmos na mídia, bancos e outras instituições financeiras a respeito dos fundos de investimento, estes não são os únicos tipos de investimentos acessíveis à população! Na verdade, boa parte da população acredita que é muito complicado investir em qualquer outra coisa que não seja a poupança, mas isso se dá por pouca informação que muitas vezes recebemos.

As opções são diversas, desde aplicação em poupanças, títulos públicos e CDBs, a fundos de investimentos, imóveis e ações. Cada qual possui seu próprio potencial de rentabilidade, bem como seu próprio nível de risco!

Como fundos de investimento estão tendo um crescimento razoável e muitas pessoas estão procurando por estes, vamos agora passar-lhe algumas dicas para que melhor invista nos mesmos:

  • Conheça o seu perfil de investidor. Não há nada pior do que começar a investir enquanto não se sabe qual a sua tolerância a riscos, objetivos, etc. Isso pode levá-lo, na pior das hipóteses, a sofrer grandes perdas em um momento em que não poderia tolerar as mesmas!
  • Saiba como funcionam os fundos de investimento. Da mesma forma que o item anterior, desconhecer o funcionamento daquilo em que está aplicando não é uma boa ideia, uma vez que cada tipo de investimento possui suas peculiaridades e estas devem ser respeitadas. Considere, por exemplo, o fato de que há fundos de investimento em renda fixa e em renda variável;
  • Investigue o desempenho de vários fundos de investimento. Analise o potencial de rentabilidade, nível de risco e outros fatores a partir do passado do fundo de investimento, mas lembre-se de que o desempenho passado não pode garantir resultados similares no futuro, indicando somente a probabilidade de ter um rendimento similar!
  • Leve em consideração o prazo da aplicação. Lembre-se que há fundos de investimento tanto para longo quanto para curto prazo e a incidência de imposto de renda difere para cada um deles de acordo com o período em que se faz o resgate, aliás…
  • Leve em consideração também a incidência de imposto de renda e de IOF, principalmente se corre o risco de precisar resgatar o valor antes do período estimado;
  • Leia todo o prospecto do fundo de investimento. O prospecto é um documento que descreve vários fatores importantes, como o objetivo do fundo, política de investimento, regras de tributação, taxas de administração e de performance, fatores de risco e outras coisas;
  • Compare as taxas de administração e de performance que são cobradas por cada fundo de investimento. A taxa de administração é cobrada mensalmente, já a taxa de performance é cobrada sobre rendimentos acima do planejado.

Pronto! Estas são as principais dicas que podemos passar para quem está pensando em como investir dinheiro em fundos de investimento. E você, já sabe em qual fundo de investimento irá aplicar seu dinheiro?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print