Dois planos para tornar seu negócio em um super negócio

Acabou de começar um novo negócio? Ou o mesmo já está no mercado há dois anos ou mais? Bem, isso realmente não importa, pois os dois planos que apresentaremos neste artigo podem ser aplicados em qualquer uma dessas duas situações – e podem ajudá-lo a fazer com que o seu empreendimento, que até agora é visto como um bom negócio, passe a ser considerado um super negócio, bem mais sólido e sério!

Há inúmeros tipos de planos que podem ser trabalhados com o objetivo de melhor gerir o seu negócio, desde planos para a área de gestão administrativa a planos para a parte financeira. Seu objetivo como empreendedor é conhecer cada um deles e gradualmente ir aplicando-os em seu negócio. Hoje, discutiremos a respeito da importância de dois deles: o plano de negócios e o plano de marketing.

O plano de negócios

É impossível falar sobre negócios sem comentar a importância de um plano de negócios – e, infelizmente, ainda hoje muitos pequenos negócios começam sem ter um bom plano de negócios. Isso acaba por converter em um grande número de falências: quase 75% das novas empresas fecham suas portas nos primeiros quatro anos de atuação, o que aponta a extrema importância que há em todo tipo de documento que pode ajudá-lo a melhor gerir o seu empreendimento.

Você pode encontrar modelos de plano de negócios em vários websites e blogs espalhados pela web – claro, você precisa analisar cada um deles e optar por aquele que lhe parece mais compreensível e viável para o seu negócio. Segundo o blog Clube do Dinheiro, por exemplo, um bom plano de negócios deve conter as seguintes partes: (1) avaliação do mercado, da concorrência e dos clientes potenciais, (2) análise do capital disponível, dos investimentos necessários para a viabilização do negócio e do tempo necessário para o retorno esperado sobre tais investimentos, (3) análise da viabilidade do negócio (segundo os itens anteriores) e (5) sequência de ações necessárias para a operacionalização do negócio.

Em outras palavras, a fim de ter um plano de negócios realmente interessante, uma análise do mesmo deveria responder as seguintes perguntas: (1) O plano está escrito de forma simples a fim de facilitar a sua compreensão? (2) Ele é objetivo e transparente, apresentando metas e objetivos mensuráveis? (3) Esse plano apresenta um modelo financeiro bastante fundamentado e sólido? (4) Ele é realista em sua análise de todas as oportunidades e obstáculos que poderão ser encontrados? Caso uma dessas perguntas seja respondida negativamente, você provavelmente precisará reescrever o seu plano!

O plano de marketing

Já falamos sobre o plano de negócios. Agora é hora do plano de marketing! Mas, o que é o plano de marketing? Segundo o blog Clube do Dinheiro, trata-se de uma ferramenta estratégica gerencial que permite identificar forças, fraquezas, ameaças e oportunidades no mercado levando-se em consideração o modelo de negócio que você pretende implementar. Em outras palavras, trata-se de um documento que busca avaliar as melhores alternativas para alcançar o seu público-alvo e atender suas necessidades, convertendo-os em consumidores.

Estamos trabalhando em nosso plano quando analisamos o ambiente segundo a análise SWOT (forças, fraquezas, oportunidades e riscos, em português). Estamos trabalhando em nosso plano quando buscamos definir nosso público-alvo. Estamos trabalhando nele também quando definimos metas para nossas vendas, por exemplo. Enfim, toda empreitada que busca avaliar como melhor alcançar nosso cliente e melhor atender essa demanda deve ser considerado marketing e pode ser bem documentado em nosso plano de marketing, criando assim um guia para nossos passos, seja este um novo negócio ou algo que já está no mercado há anos!

No plano de marketing, é necessário levar em consideração o marketing mix, isto é, o composto dos 4 P’s: produto, preço, praça, promoção. Cada um desses elementos apresenta uma grande importância para o sucesso do nosso negócio!

Bem, mesmo após falarmos tanto sobre esses planos, não fizemos mais do que dar uma leve pincelada sobre esses assuntos. Entretanto, esperamos tê-lo convencido da importância desses documentos e que estude aprofundadamente sobre cada um deles a fim de pô-los em prática. Afinal de contas, não estamos falando de desenvolver um bom negócio, e sim de torná-lo um super negócio!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print