Forno microondas

forno de microondas (ou forno microondas, como muitas vezes é chamado) é uma das maravilhas do mundo moderno: permite o cozimento de forma não somente rápida, mas muito mais facilitada do que por meio do fogão ou do forno tradicional. O que antes tomava alguns minutos geralmente leva somente alguns segundos para ser aquecido neste eletrodoméstico. É bem fácil de usar e limpar, mesmo assim, é bom estar atento a algumas informações na hora de cuidar e comprar o seu.

Onde comprar um forno de microondas barato?

Há muitas formas de encontrar um forno de microondas barato, com um orçamento que caiba em seu bolso. As duas melhores formas são procurando por fornos de microondas em grandes lojas de sua própria cidade e procurando pelos mesmos em lojas virtuais que ofereçam qualidade, confiança, preço baixo e o menor preço de frete possível. Obviamente, uma alternativa não exclui a outra, o que significa que você pode primeiro procurar na web e depois conferir com os preços das lojas de sua cidade, caso não encontre uma alternativa mais barata, poderá então comprar pela web. É interessante que faça todo o processo de busca e compra no mesmo dia, para evitar perder um bom preço de uma promoção que encontrou porque deixou para decidir no dia seguinte.

As marcas de fornos de microondas mais procuradas no mercado nacional são as seguintes:

Forno de microondas

Instalação do forno de microondas

O processo de instalação é bem simples, já que geralmente basta ligá-lo a uma tomada, mantendo-o sobre uma superfície plana e bastante sólida, como sobre algum móvel. Entretanto, vale lembrar alguns cuidados quanto à seleção do local onde o mesmo estará: deve ser um local bem ventilado, sem a ação direta dos raios solares e outras fontes de irradiação de calor, como o fogão; deve estar também longe de umidade, uma vez que se trata de um aparelho elétrico e longe também de aparelhos de TV e de rádio, pois estes podem sofrer interferência devido ao seu funcionamento; e por fim, basta observar as distâncias mínimas exigidas pelo fabricante, especificadas no próprio manual, a fim de que haja saída de ar adequada e se evite o superaquecimento do aparelho.

O processo de cozimento

Ao colocar um alimento em um forno de microondas e ligá-lo, começam a ser emitidas ondas de baixa frequência (conhecidas como microondas) que são capazes de atravessar o recipiente em que o alimento se encontra (deve ser usado um recipiente apropriado para microondas, claro) e, ao encontrar-se com o alimento, acaba por provocar uma mudança de orientação das moléculas de água presentes no mesmo, movendo-as em uma direção e depois em outra, oscilando desta forma cerca de 2.450.000.000 vezes por segundo! Toda essa movimentação acaba levando a uma fricção das moléculas de água com as demais moléculas do alimento, aquecendo estas assim e esse calor se propaga por todo o alimento.

A porta do forno de microondas é revestida internamente por uma tela que evita que as microondas saiam do forno, evitando assim o contato com o usuário. Mesmo assim, sempre é recomendado que não fique muito próximo do parte frontal do microondas quando o mesmo está em funcionamento. Evite expor principalmente o rosto a essa parte durante o seu funcionamento.

O prato giratório

Durante o funcionamento de seu forno de microondas, a emissão de microondas não é feita de forma igual, concentrando-se mais ao centro e menos na área periférica. Desta forma, a fim de garantir que o alimento nele colocado seja aquecido de forma uniforme, foi criado o prato giratório, um mecanismo que mantém um disco (o prato) girando em velocidade lenta e constante, garantindo assim que as várias partes do alimento sejam aquecidas igualmente.

Não ponha alimentos para aquecer em seu forno de microondas sem a presença do prato giratório, pois o seu cozimento não será feito de forma correta. Quando não o estiver utilizando, pode retirar o seu prato giratório e lavá-lo (esse prato geralmente é feito de vidro temperado, um material bastante resistente, mesmo assim, evite quedas e colisões bruscas com o mesmo).

Precauções

A fim de que possa melhor usufruir de seus alimentos, deve-se tomar certos cuidados. Por exemplo, não use o seu forno de microondas sem que tenha colocado algum tipo de alimento ou líquido dentro do mesmo, pois isso pode superaquecê-lo e causar algum dano ao mesmo.

Cuidado também quanto ao superaquecimento de líquidos, isto é, aquecer acima do ponto de ebulição sem que o líquido entre em processo de ebulição. Isso pode ocorrer quando se aquece água em um copo de vidro, por exemplo, mas não somente nesse tipo de recipiente. Vale lembrar também que a água deve ferver tempo suficiente até atingir a temperatura de ebulição ( 100ºC, ao nível do mar). Encontrei informações em um website de alguém que a ferveu por 77 segundos e tal fato ocorreu. Eu geralmente fervo água em xícara de porcelana, por até 60 segundos e isso nunca me aconteceu. Em todo caso, tome muito cuidado.

Já houve casos de recipientes fechados ou até mesmo de ovos explodirem dentro do forno devido à pressão do vapor dentro deles. Alguns casos resultaram inclusive em vítimas com queimaduras graves.

Peças de metal aquecidas dentro de um microondas podem produzir faíscas e corrente elétrica, então muito cuidado para não esquecer talheres metálicos ou papel alumínio dentro do aparelho.

Como economizar energia elétrica

Muitos fornos de microondas apresentam funções “stand by”, isto é, que consomem energia elétrica mesmo quando não estão sendo utilizados, como a exibição da hora e/ou data. Se não precisa de tais informações, pode-se desligar o forno de microondas da tomada quando não estiver utilizando o mesmo.

Outra boa ideia para economizar no consumo de energia elétrica é retirar os alimentos congelados do freezes ou da geladeira com antecedência suficiente para que possam descongelar naturalmente antes de colocá-los no forno de microondas para cozer.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print