Você sabe administrar seu tempo?

“Estou sem tempo”. “Não deu tempo para fazer isso”. “Ah, se eu tivesse mais tempo para isso”. Estas são apenas algumas das frases que inúmeras pessoas não cansam de repetir, seja para si mesmas, seja para outras pessoas. O fato de não saberem administrar mehor seu tempo acaba por prejudicá-las muito mais do que podem imaginar!

Só para começo de conversa, vou lembrar aqui algo que um amigo meu me ensinou alguns anos atrás: não existe falta de tempo, o que existe são prioridades. Isto é, o tempo é igual para cada um de nós: pelo que me consta, até a última vez em que eu tive um relógio, o mesmo me dizia que todos os dias possuíam 24 horas… Sempre! E se o tempo é igual para todos, por que para algumas pessoas ele parece ser “mais longo” do que para outras?

Você não pode “aumentar o seu dia”, mas pode aproveitá-lo melhor

Encontro sempre pessoas a dizer que estão muito ocupadas, que não possuem tempo suficiente para fazerem tudo o que desejam, como seria bom um dia de 30 horas e por aí segue o “muro das lamentações”. A Terra gira igual para todos nós, o que faz com que tenhamos o mesmo tempo para todos e como ninguém vai dar uma “freada” na Terra para ela girar mais lentamente (até porque isso teria graves consequências ambientais), então é melhor nos acostumarmos com o dia de 24 horas.

Entretanto, se você souber aproveitar muito bem essas 24 horas diárias, tenha certeza de que poderá ter um melhor desempenho em suas tarefas e ainda conseguir descansar um pouco mais! Anteriormente, escrevemos um artigo chamado Administre melhor o seu tempo, onde descrevi alguns dos mais eficientes conselhos para não desperdiçar seu tempo, de tal forma que não irei reescrever todo o seu conteúdo aqui – seria perda de tempo, e nós estamos evitando isso aqui, não?

Bem resumidamente, duas são as principais ações a serem tomadas: eliminar todas as distrações e planejar-se antecipadamente. A estas duas grandes lições, tenho outras duas que venho pondo em prática e que em muito complementam as anteriores: evite a “overdose de informação” e não tente ser “multitarefa”.

Evitando a overdose de informação

Lendo “Four Hour Work Week” de Tim Ferris, aprendi que a overdose de informação, isto é, a absorção excessiva e desnecessária de informação, pode ser muito mais prejudicial do que a falta de informação!

Quem nunca passou horas e horas na Internet, navegando a esmo, lendo milhares de sites que não acrescentaram valor algum à sua vida? Quem nunca ficou na frente da televisão assistindo incontáveis programas quando deveria estar fazendo um trabalho ou estudando algo?

Além do prejuízo do tempo, a overdose de informação também pode ser prejudicial para a tomada de decisões e execução de ações – após um determinado nível de absorção de alguma informação, continuar a absorvê-la mais e mais não ajudará muito. Pense no exemplo de alguém que quer aprender a tocar violão e em vez de procurar uma ou duas apostilas, lê-las e começar a treinar, acaba por visitar inúmeros sites, lendo diversas cifras, baixando um monte de apostilas e, perdido em tudo isso, acaba por não começar a treinar.

Periodicamente eu me imponho a praticar a “dieta de baixa informação”, que nada mais é que evitar o contato com toda e qualquer fonte de informação desnecessária. Geralmente pratico por uma semana e depois volto à rotina normal e durante o tempo em que estou “em dieta” o tempo me parece sobrar bastante!

Não somos “multitarefa”!

Um outro problema que encontramos quando queremos melhor aproveitar nosso tempo é tentar ser multitarefa, isto é, hábil a executar mais de uma tarefa ao mesmo tempo.

Podemos ler aquele livro para a prova de matemática, enquanto assistimos ao jornal já que será importante para a redação e jantamos ao mesmo tempo. Ah, sem contar que, por vezes, fazemos tudo isso pendurados em um telefone ou celular!

Apesar de parecer que se está fazendo muitas coisas ao mesmo tempo, na verdade, está a prejudicar-se ainda mais! Segundo alguns autores, como Tim Ferris, o ser humano leva em torno de 15 minutos para mudar de uma tarefa para outra e conseguir focar na mesma. Então imagine que você precisa cumprir duas tarefas A e B e que, no meio da tarefa A, você interrompe e começa a cuidar da tarefa B. Com isto, cerca de 15 minutos de sua atenção serão desperdiçados. Contabilizando assim o tempo paraa ir de A até B e retornar com o cumprimento total da tarefa, perderemos ao menos 30 minutos somente nisto!

Administrar melhor seu tempo não é uma tarefa fácil, mas não é impossível. Trata-se de um exercício diário, um desafio onde buscamos aproveitar nosso tempo cada vez mais e melhor! E para você, amigo leitor, qual a sua opinião a respeito do assunto?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber dicas sobre como ganhar dinheiro em seu e-mail e "de quebra" baixar o e-book "Manual do Investidor"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print